Governo abre novo concurso para recrutar 200 técnicos superiores em falta

Concurso procura licenciados nas áreas jurídica, económico-financeira e de estatística. Corre até 19 de outubro.

O governo pôs esta segunda-feira a concurso novas vagas para completar uma reserva de mil técnicos superiores a integrar na Administração Pública, dos quais 800 foram já selecionados em julho. Faltarão 200 para completar o objetivo do processo de recrutamento centralizado iniciado em 2019.

“Depois de já terem sido selecionados 800 candidatos, este procedimento consequente que é agora lançado irá incidir nas áreas económico-financeira e estatística, nas quais foram selecionados menos candidatos para a reserva, bem como na área jurídica na qual foram identificadas necessidades adicionais”, informa o Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública em comunicado esta segunda-feira.

O novo procedimento foi lançado na Bolsa de Emprego Público, com as candidaturas a correrem até 19 de outubro. Prevê-se que as provas de conhecimentos decorram presencialmente em janeiro em Lisboa, Porto e Évora, mas caso a pandemia o impeça poderão vir a ser realizadas de forma remota, segundo o comunicado do governo. “Os candidatos aprovados deverão ser chamados à avaliação psicológica em abril, antecipando-se que a bolsa fique constituída até ao final de 2021, acrescenta.

No primeiro concurso para constituição desta reserva, houve 18 mil candidatos, dos quais 16 mil foram chamados a realizar provas já em janeiro deste ano. No final, apenas 800 se qualificaram.

Para os 800 candidatos já selecionados, será ainda necessário identificar postos de trabalho e apresentar candidaturas a esses mesmos lugares, havendo ainda uma entrevista profissional de seleção antes da celebração de contrato de trabalho.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de