Impostos

Governo altera comunicação de inventários ao fisco

Autoridade Tributária e Aduaneira. ( Gustavo Bom / Global Imagens )
Autoridade Tributária e Aduaneira. ( Gustavo Bom / Global Imagens )

O novo ficheiro vai aplicar-se aos impostos de 2019 e anos seguintes.

O ficheiro para comunicar inventários das empresas à Autoridade Tributária (AT) foi alterado, por diploma publicado esta quinta-feira, tendo novas características e estrutura a partir de 1 de janeiro de 2020.

As novas regras aplicam-se às comunicações de inventários referentes aos períodos de tributação de 2019 e anos seguintes, segundo a portaria hoje publicada e assinada pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes.

O governante justifica a necessidade desta alteração no ficheiro com o reforço do controlo das operações realizadas pelos sujeitos passivos tendo em vista combater a economia informal, a fraude e a evasão fiscais.

O inventário valorizado deve ser comunicado à Autoridade Tributária e Aduaneira até ao dia 31 de janeiro, por transmissão eletrónica de dados.

A portaria hoje publicada altera a estrutura e características do ficheiro para comunicação dos inventários pelos sujeitos passivos à AT, de modo a passar a incluir a informação relativa à valorização do inventário.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O presidente do Novo Banco, António Ramalho, discursa na cerimónia de lançamento do Projeto de Divulgação Cultural do Novo Banco. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Banca custou ao Estado mais 1,5 mil milhões de euros em 2019, agora ajude

coronavirus portugal antonio costa

Proibidos ajuntamentos com mais de cinco pessoas. Aeroportos encerrados

O primeiro-ministro, António Costa, fala aos jornalistas no final da reunião do Conselho de Ministros após a Assembleia da República ter aprovado o decreto do Presidente da República que prolonga o estado de emergência até ao final do dia 17 de abril para combater a pandemia da covid-19, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, 2 de abril de 2020. 
 MÁRIO CRUZ/POOL/LUSA

Mapa de férias pode ser aprovado e afixado mais tarde do que o habitual

Governo altera comunicação de inventários ao fisco