dia da manufatura

Governo aprova e patrocina criação do Dia da Manufatura em Portugal

A Secretária de Estado da Indústria, Ana Lehmann, discursa durante a comemoração do Primeiro aniversário da StartUp Portugal no HUB Criativo do Beato
(Filipa Bernardo/ Global Imagens)
A Secretária de Estado da Indústria, Ana Lehmann, discursa durante a comemoração do Primeiro aniversário da StartUp Portugal no HUB Criativo do Beato (Filipa Bernardo/ Global Imagens)

A efeméride celebra-se na primeira sexta-feira do mês de outubro e nasceu nos Estados Unidos, pela mão do presidente norte-americano Barack Obama.

A secretária de Estado da Indústria está ao lado de Gonçalo Fortes, o CEO da startup portuguesa Prodsmart, que quer importar para Portugal o conceito do Dia da Manufatura. A efeméride celebra-se na primeira sexta-feira do mês de outubro e nasceu nos Estados Unidos, pela mão do presidente norte-americano Barack Obama, para que o setor da indústria abra portas aos curiosos, mostrando como funcionam as suas fábricas.

“Portugal sempre foi um país de tradição e vocação industrial,” indica Ana Lehmann no site criado para o efeito. “Há que celebrar e prestigiar a indústria todos os dias, daí que manifesto o meu apoio e patrocínio à iniciativa do Dia da Manufatura. Uma iniciativa perfeitamente coerente com as políticas que estamos a lançar na Secretaria de Estado da Indústria, desde a Formação para a Indústria, os Open Days da Indústria, a campanha dos jovens para a Indústria, o programa de ligações indústria-startups, as numerosas medidas que estão em marcha com o programa Indústria 4.0, entre outras. Porque a indústria é sexy. E sem indústria não há economia”, assegura a governante.

O anterior detentor do posto, João Vasconcelos, também se associa à iniciativa, tal como Pedro Matias, Presidente do Grupo ISQ, Francisco Almada-Lobo, CEO da Critical Manufacturing e José Rui Felizardo, CEO da Ceiia. “Queremos que o Dia Nacional da Manufatura seja uma homenagem a todos os «soldados desconhecidos» que todos os dias picam o ponto para que nunca nos falte nada”, explica Gonçalo Fortes.

Os industriais que se queiram associar à iniciativa, que em Portugal será celebrada a 4 de outubro de 2018, podem inscrever-se na página criada para o efeito.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Paulo Azevedo, Chairman e Co-CEO da Sonae, e Ângelo Paupério, Co-CEO da Sonae.

(Leonel de Castro / Global Imagens)

Sonae SPGS com lucros de 200 milhões até setembro

Veículos estacionados no porto de Setúbal, durante a greve dos estivadores precários, em Setúbal, 14 de novembro de 2018. Em causa está um diferendo laboral desencadeado por um grupo de estivadores precários e a empresa de trabalho portuário Operestiva, que afeta várias empresas, entre as quais a Autoeuropa. ANDRÉ AREIAS/LUSA

Setúbal: Operestiva disposta a negociar se estivadores voltarem ao trabalho

Primeira-ministra Theresa May, 14 de novembro de 2018. EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Brexit: May consegue apoio do Governo e aprova rascunho do acordo final

Outros conteúdos GMG
Governo aprova e patrocina criação do Dia da Manufatura em Portugal