Emprego

Governo cria Balcão Único para tratar “todas as questões” do emprego

Fotografia: João Manuel Ribeiro/Global Imagens
Fotografia: João Manuel Ribeiro/Global Imagens

Projeto faz parte do Simplex+ e quer dar início a "uma nova dimensão de relacionamento dos cidadãos e das empresas com o Serviço Público de Emprego"

O Governo vai apresentar esta segunda-feira o Balcão Único do Emprego. Em comunicado, o Ministério do Trabalho que explica que a iniciativa tem como meta “tratar de forma integrada todas as questões relacionadas com o emprego e com a formação profissional”.

Entre as funcionalidades está o novo portal do IEFP, que vai ganhar uma cara nova. “O iefponline introduz novas funcionalidades que reúnem numa única porta de entrada ofertas de emprego, de estágio e de formação profissional”, lê-se na nota.

O portal novo vai permitir pesquisar e fazer a inscrição em ofertas de formação profissional, pesquisar e preencher a candidatura a ofertas de estágios, receber notificações eletrónicas, pedir o subsídio de desemprego e agendar previamente o atendimento nos balões físicos do IEFP.

A iniciativa, que estava prevista no plano do Simplex+, vai ainda criar a figura do Gestor+, “um técnico responsável pela intermediação com empresas com grandes volumes de contratação que permitirá um trabalho de proximidade e de cooperação na procura de respostas e soluções de recrutamento e formação adaptadas às suas necessidades”.

Com esta figura, o Executivo pretende “robustecer as relações do IEFP com as entidades empregadoras”.

As novas tecnologias vão ainda aumentar, segundo o comunicado ,a “eficiência na cooperação e articulação com outros serviços da Administração Pública”, já que o iefponline vai funcionar em todos os Espaços do Cidadão.

O Balcão Único do Emprego é o primeiro projeto do Governo feito em parceria com o Laboratório de Experimentação da Administração Pública e faz parte do plano para aumentar a digitalização da Administração Pública.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Foto: DR

IMI baixa para mais de 24 mil famílias que pediram reavaliação

António Mexia lidera a EDP desde 2005

António Mexia, CEO da EDP, ganhou 6.000 euros por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Governo cria Balcão Único para tratar “todas as questões” do emprego