Governo diz que alívio fiscal beneficia 3,6 milhões de famílias

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares assegura que no Orçamento do Estado para 2018 haverá um alívio fiscal para 3,6 milhões de agregados.

"Haverá um alívio fiscal para os trabalhadores e estamos a falar de 3,6 milhões de agregados que serão beneficiados com este alívio fiscal, estamos a falar de alguma coisa com significado. Agora tem de ser feito com a necessária responsabilidade que proteja e defenda o próprio orçamento e a medida", revelou Pedro Nuno Santos em entrevista à agência Lusa -- que será divulgada na íntegra na quarta-feira -- a propósito das negociações do OE2018 com os partidos que apoiam parlamentarmente o executivo socialista.

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares não quis, no entanto, avançar os detalhes da medida "do ponto de vista técnico e concreto", uma vez que o Governo ainda está a trabalhar nessa matéria.

"O Orçamento do Estado terá que ser entregue até meados de outubro. Nós estamos num processo de trabalho dentro do Governo e com os nossos parceiros. Teremos que ter alguma paciência porque há um trabalho apurado que está a ser feito", justificou.

A intenção do Governo é, segundo Pedro Nuno Santos, que "esta alteração chegue a muita gente, nomeadamente àqueles que foram mais sobrecarregados, a classe média e a classe média/baixa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de