Brexit

Governo prepara campanha para minimizar impacto no turismo

Ana Mendes Godinho, secretaria de Estado do Turismo.
Fotografia: Paulo Spranger/ Global Imagens
Ana Mendes Godinho, secretaria de Estado do Turismo. Fotografia: Paulo Spranger/ Global Imagens

Governo está a preparar ação para minimizar o impacto do brexit no turismo

O Governo está a preparar uma campanha de promoção turística dirigida ao mercado do Reino Unido, no sentido de minimizar os eventuais impactos que possam ser causados pelo ‘brexit’, avançou hoje a secretária de Estado do Turismo.

“Neste momento está a ser desenvolvido e preparado um projeto para ser apresentado no Reino Unido, para ser implementada uma campanha, muito brevemente, para procurar minimizar o impacto que os vários cenários do ‘brexit’ possam ter em Portugal”, disse aos jornalistas Ana Mendes Godinho, durante uma deslocação a Monchique, no Algarve.

Naquele concelho da serra algarvia, no distrito de Faro, Ana Mendes Godinho assistiu hoje à assinatura do contrato para o desenvolvimento de programas de turismo de natureza, cultural e criativo, bem como para a recuperação de percursos pedestres e cicláveis afetados pelo incêndio de agosto passado.

De acordo com a secretária de Estado do Turismo, o Governo tem estado a identificar os vários cenários que o ‘brexit’ pode comportar para o setor, “existindo um trabalho que tem sido desenvolvido com operadores e companhias aéreas, no sentido de garantir a competitividade do destino Portugal”.

“Além disso, temos passado a mensagem de que Portugal é um país que continuará a tratar sempre os turistas britânicos como sempre tratou até agora. Desde logo, em termos de circulação de pessoas para criar menos problemas e constrangimentos possíveis”, sublinhou.

Segundo Ana Mendes Godinho, o Governo está a monitorizar permanentemente os indicadores do mercado britânico e a partilhar os dados com as associações turísticas, para que sejam minimizados os impactos do ‘brexit’.

“É um trabalho que estamos a fazer em conjunto e temos previstas algumas ações de informações dos próprios empresários turísticos com operadores do Reino Unido para, em conjunto, fazer com que o impacto seja o menor possível”, avançou.

De acordo com a governante, Portugal pretende reforçar a ligação histórica que existe com o mercado britânico, “estando em preparação uma campanha de promoção específica” dirigida àquele mercado.

“Além do reforço da ligação histórica, estamos a trabalhar também com operadores turísticos e companhias aéreas inglesas para garantirmos que teremos estas ligações aéreas competitivas”, destacou.

Ana Mendes Godinho acrescentou que, com base nos números de dezembro passado, “sente-se que tem havido um crescimento do mercado britânico”, defendendo uma vigilância permanente.

“Temos de estar muito vigilantes e a acompanhar permanentemente a situação, porque é o nosso principal mercado emissor, quer em termos de hospedes quer em dormidas”, concluiu.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
António Costa visita casas em construção. Fotografia: RODRIGO ANTUNES/LUSA

Aviões puxam pelo investimento, bancos e construção amortecem recessão

Entrevista a Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal.
(Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Luís Araújo: “A nossa maior concorrência não é um país. É o medo”

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

Governo prepara campanha para minimizar impacto no turismo