Governo revela hoje quanto vai devolver de sobretaxa do IRS

Passos Coelho sinalizou que será hoje conhecido o crédito da sobretaxa
Passos Coelho sinalizou que será hoje conhecido o crédito da sobretaxa

O Governo vai divulgar esta sexta-feira qual o valor da sobretaxa do IRS que será devolvida aos contribuintes em 2016. O anúncio deverá ser feito quando forem conhecidos os resultados da execução orçamental do primeiro semestre deste ano.

O crédito fiscal da sobretaxa está previsto no Orçamento do Estado de 2015 e será calculado em função da evolução da receita do IRS e do IVA ao longo deste ano. Com os dados relativos aos primeiros seis meses já fechados, o Governo fica em condições de avançar a ordem de grandeza deste crédito, que chegará à carteira dos contribuintes com o reembolso do IRS de 2016.

A indicação de que deverá ser hoje anunciada a percentagem de devolução da sobretaxa partiu do primeiro-ministro durante uma entrevista à TVI. Passos Coelho recusou contudo avançar pormenores ou confirmar se a percentagem de devolução poderá rondar 0,5% – ordem de grandeza admitida por Paulo Portas.

A sobretaxa de 3,5% do IRS incide sobre o valor líquido dos salários e pensões que excede o salário mínimo nacional (atualmente 505 euros). A primeira edição deste acréscimo extraordinário do IRS remonta a 2011, tendo o Governo optado por faze-la incidir sobre o subsídio de Natal. Em 2013, voltaria a ser ativada (tendo contribuído para o “enorme aumento de impostos”) , mas desta vez sendo paga com as retenções na fonte mensais dos trabalhadores por conta de outrem e pensionistas.

No Orçamento do Estado deste ano foi dado o primeiro sinal de alívio da sobretaxa, com o Governo a prometer devolve-la na totalidade ou em parte, em função da evolução da receita dos impostos face ao objetivo inscrito no OE. Oo seja, toda a receita do IRS e do IVA que exceder os 27,65 mil milhões de euros previstos no Orçamento, entrará no crédito. Dito de outra forma, para o crédito ser ativado, estes dois impostos têm de crescer 3,7% face a 2014.

Para que cada contribuinte possa ir acompanhando o valor que receberá em 2016, está também prometida a criação de um simulador que ficará disponível no Portal das Finanças e ao qual cada um poderá aceder usando a sua senha pessoal.

Para 2016, o Governo já anunciou que iniciará um caminho de redução progressiva da sobretaxa, prometendo extingui-la até 2019. Segundo o que prevê o Programa de Estabilidade, o Executivo de Passos Coelho promete baixar a sobretaxa ao ritmo de 0,875 pontos percentuais por ano de 2016 em diante, o que significa que a baixará os atuais 3,5% para 2,6% no próximo ano.

A devolução da sobretaxa a este ritmo terá um impacto de cerca de 190 milhões de euros por ano na receita do Estado. A redução poderá ser acelerada em função da disponibilidade orçamental.

Já o PS promete, no seu programa eleitoral, reduzir a sobretaxa de forma mais rápida acenando com a sua eliminação total até 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
Governo revela hoje quanto vai devolver de sobretaxa do IRS