Governo vai emitir dívida para a “reindustrialização do país”

Luís Pais Antunes
Luís Pais Antunes

O ministro da Economia afirmou hoje que o Governo está a estudar “a criação de títulos de dívida pública” para a “reindustrialização do país” e considerou que criar um banco de fomento “pode ser uma peça importante” para as PME.

Álvaro Santos Pereira, que está a ser ouvido na Assembleia da República no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2013, referiu que “enquanto não houver um banco de fomento”, o Governo tem estado a “criar outras opções” de apoio às pequenas e médias empresas (PME), sendo que, uma delas, será “a criação de títulos de dívida pública” dirigidos para a “reindustrialização do país”.

Os principais banqueiros portugueses mostraram-se na terça-feira contra a possível criação de um banco de fomento porque as atuais instituições já fazem esse papel.

O presidente executivo do BES, Ricardo Salgado, disse não conseguir perceber porque haverá um “banco de fomento que vá para o mercado captar recursos que têm à partida um nível muito elevado para fazer algo mais pela economia”.

Pelo BPI, Fernando Ulrich, em tom crítico, adiantou estar pouco interessado em discutir esta questão: “Se quiserem fazer mais bancos, que façam mais bancos, mas vão perder tempo e vão queimar recursos” que poderiam ser direcionados para resolver os problemas da economia portuguesa.

O presidente executivo do BPI acrescentou, no entanto, que, se o banco de fomento vier a ser criado, que tragam “operações de crédito para fazermos, porque o que precisamos é de dar crédito”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
Governo vai emitir dívida para a “reindustrialização do país”