Grécia. Agricultores e polícia confrontam-se em Atenas

A nova austeridade aumenta impostos sobre os agricultores, acaba com os benefícios fiscais dos mesmos e volta a cortar as pensões de reforma.

Uma manifestação marcada para esta manhã com mais de 4000 agricultores em Atenas, na Grécia, obrigou a polícia a recorrer a gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes à porta do parlamento. Durante a manhã foram registados vários confrontos entre os manifestantes e as forças de segurança.

A manifestação foi convocada para protestar contra as medidas previstas no novo pacote legislativo exigido pelos credores para emprestarem mais dinheiro ao governo de Alexis Tsipras. O novo pacote de austeridade aumenta os impostos sobre os rendimentos dos agricultores, acaba com os benefícios fiscais dos mesmos, além de voltar a cortar as pensões de reforma dos gregos.

Segundo o relato do diário grego "Ekathimerini", "os confrontos começaram quando alguns dos manifestantes começaram a arremessar laranjas" contra a polícia de choque que desde as primeiras horas da manhã já marcava presença perto do parlamento. As laranjas não foram trazidas propositadamente pelos agricultores, antes colhidas nas árvores à volta do parlamento, detalha o mesmo jornal.

Já Helen Smith, correspondente do "The Guardian" em Atenas, acrescenta que os agricultores já chegaram a tentar forçar a entrada no parlamento, o que levou ao uso de gás lacrimogéneo pelas autoridades.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de