Internacional

Grécia. Ministro anuncia alívio do controlo de capitais a “muito curto prazo”

Grécia

Ministro das Finanças grego anunciou hoje que a "muito curto prazo" haverá um novo alívio do controlo de capitais

O ministro das Finanças grego, Euclides Tsakalotos, anunciou hoje que a “muito curto prazo” haverá um novo alívio do controlo de capitais e defendeu as medidas propostas pelo Governo para este período mais focado em medidas sociais.

“Com este novo alívio completaremos o segundo pilar de restrições relativo aos levantamentos de dinheiro e à abertura de contas bancárias e entraremos na fase final para o levantamento total do controlo de capitais, o terceiro e último pilar sobre restrições às transferências para o estrangeiro”, afirmou o ministro grego numa entrevista ao jornal grego Naftemporiki.

Em maio último o Governo aumentou o limite mensal dos levantamentos de dinheiro para 5.000 euros.

Por outro lado, Tsakalotos sublinhou que o debate sobre a possível revogação do corte das pensões previsto para o próximo ano “está em andamento”.

O executivo prevê superar em mais de 700 milhões de euros o objetivo do excedente primário de 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB) combinado até 2022, e um ritmo de crescimento da economia de 2,4% do PIB para 2019 e 2020.

Segundo o Governo, estes números permitiriam cancelar o prometido corte das pensões e levar a cabo outras reformas focadas na melhoria da situação da classe média grega.

O ministro também se mostrou otimista em relação à criação de cerca de 600.000 empregos nos próximos cinco anos com base no crescimento da economia e na queda do desemprego durante os últimos três anos e meio.

“O importante é que isto ocorra num contexto de melhoria dos direitos laborais e do poder de negociação dos trabalhadores”, afirmou.

Na sexta-feira os credores da Grécia terminaram a primeira das revisões trimestrais do período pós-resgate, de cujas conclusões dependerá a aplicação dos alívios fiscais e sociais anunciados pelo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

Angela Merkel e Donald Trump. Fotografia: REUTERS/Kevin Lamarque

FMI corta crescimento da Alemanha, mas Espanha ainda compensa

Outros conteúdos GMG
Grécia. Ministro anuncia alívio do controlo de capitais a “muito curto prazo”