Dinheiro Vivo TV

Live. Greve geral, rendas excessivas e YouTube: o que vai marcar a semana

A carregar player...

Greve geral da função pública e audições sobre as rendas excessivas na energia vão marcar a semana.

A semana arranca com mais uma data decisiva para a agenda dos contribuintes. Dia 11 é o último dia para as empresas entregarem a declaração dos rendimentos e retenções na fonte dos trabalhadores em 2018, a chamada modelo 10. Oficialmente 0 prazo termina no dia 10, mas por ser domingo a Autoridade Tributária e Aduaneira estendeu-o até ao primeiro dia útil seguinte.

Outro prazo esticado mas que também termina esta semana é o que a CP deu às empresas que quiserem participar no concurso para a compra de 22 novos comboios regionais. Têm até dia 12 para entregar as candidaturas.

Também a marcar a semana vão estar as audições no parlamento às rendas excessivas da energia. Terça-feira é ouvido Rodrigo Costa, presidente da REN. Na quinta-feira será a vez de Mário Guedes, ex-Diretor-Geral de Energia e Geologia. Na sexta-feira haverá audição dupla, com Carlos Moedas, de manhã, e Jorge Moreira da Silva na parte da tarde.

É também no dia 14 que os partidos vão decidir se vai ou não ser criada uma nova comissão de inquérito à gestão da Caixa Geral de Depósitos.

A semana termina com uma paralisação nacional da função pública. Sexta-feira é também o último dia para atualizar e validar no portal das finanças os dados do agregado familiar, se tiver havido mudanças em 2018.

Por fim, 15 de fevereiro é dia de cantar os parabéns ao YouTube. A plataforma completa 14 anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
IMG_0868-min

Agricultura bate recordes no Alentejo. “Mais houvesse, mais se vendia”

Isaltino Morais, presidente da Câmara de Oeiras
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Isaltino Morais “Nos próximos anos, Oeiras vai precisar de 12 500 engenheiros”

Aeroporto do Montijo 2

Portela+? Aquilo que separa os partidos, o Montijo não consegue unir

Outros conteúdos GMG
Live. Greve geral, rendas excessivas e YouTube: o que vai marcar a semana