Segurança Social

Há menos 54.249 beneficiários do abono de família

Fotografia: Leonel de Castro/Global Imagens
Fotografia: Leonel de Castro/Global Imagens

Dados do Ministério indicam que número de beneficiários do subsídio de doença e do RSI aumentou no último ano e diminuiu no desemprego e CSI.

O número de beneficiários do abono de família registou uma redução no último ano.

De acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto da Segurança Social (ISS), em fevereiro foram processados 1.054.477 abonos de família, o que representa uma quebra de 54.249 prestações em relação a igual período de 2016.

Em termos mensais, a redução foi de 257 abonos face a janeiro.

Os números publicados pelo ISS revelam ainda que no final de fevereiro foram atribuídos 217.255 subsídios de desemprego, o que corresponde a uma redução de 38.888 prestações relativamente ao mês homólogo do ano passado.

Em termos mensais, os dados indicam um decréscimo de 3979 subsídios.

As estatísticas mensais da Segurança Social revelam ainda que foram processados 128.924 subsídios de doença, o que traduz um acréscimo de 5246 em relação a fevereiro de 2016, mas uma descida de 2630 face a janeiro deste ano.

Já no que toca ao rendimento social de inserção (RSI), os dados do ISS indicam que havia 96.023 famílias a receber o RSI, ou seja, mais 1863 do que em fevereiro do ano passado e mais 88 do que em janeiro.

Em termos individuais, foram processados 214.310 prestações, mais 8243 do que em fevereiro de 2016 e mais 688 do que no primeiro mês do ano.

Em relação ao Complemento Solidário para o Idoso, havia 163.016 beneficiários no final de fevereiro, o que representa um decréscimo de 2456 prestações relativamente ao período homólogo do ano passado. Em termos mensais, registou-se um aumento de 1315 prestações.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Gustavo Bom / Global Imagens)

Sofia Tenreiro: “Estamos a captar os portugueses que não queremos que fujam”

O ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva (C), ladeado por Ana Teresa Lehmann, secretária de Estado da Indústria (D), e Miguel Cabrita (E), secretário de Estado do Emprego, fala aos jornalistas no final da reunião com administração e Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa para discutirem um modelo de trabalho para o próximo ano, no Ministério do Trabalho e da Segurança Social, em Lisboa, 15 de dezembro ded 2017.  Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Autoeuropa. Governo dá luz verde a creches para destravar diálogo

Mário Centeno. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Fitch dá maior subida de rating de sempre a Portugal e coloca país no grupo da Itália

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Há menos 54.249 beneficiários do abono de família