Transparência

Há um “apagão” de informação nas Finanças

O ministro das Finanças, Mário Centeno.  MANUEL DE ALMEIDA/LUSA
O ministro das Finanças, Mário Centeno. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Inspeção-Geral de Finanças não divulga auditorias desde janeiro.

O Ministério das Finanças deixou de publicar alguns relatórios e boletins estatísticos com informação essencial de prestação de contas. Há situações em que os últimos documentos datam de 2011 e 2013, indica o Jornal de Negócios, esta quinta-feira.

A Inspeção-Geral de Finanças (IGP) é uma das entidades que sofreram um “apagão” na prestação de contas, já que desde janeiro não publica qualquer relatório com o resumo das auditorias realizadas.

Questionado sobre as razões para a falta de publicação destes documentos pelo mesmo jornal, o ministério não respondeu.

A Direção-Geral do Tesouro e Finanças é o organismo com mais informação por publicar. O último relatório sobre os “Princípios de Bom Governo” tem quase seis anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Outros conteúdos GMG
Há um “apagão” de informação nas Finanças