Coronavírus

IADE produz viseiras para doar a hospitais

viseira_IADEFabrica_

O IADE – Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação da Universidade Europeia desenvolveu um projeto de proteção individual para os profissionais de saúde e para os profissionais que têm de garantir serviços indispensáveis e de atendimento ao público, no âmbito das medidas de combate à propagação da infeção por Covid-19.

Consciente da escassez deste equipamento médico na prevenção desta pandemia, a escola desenvolveu de raiz um projeto de design e produção de viseiras que contribuem, com segurança, para a proteção e minimização da propagação do vírus.

Analisado e validado por profissionais de saúde, e respeitando a regulamentação em termos de material e higiene, as viseiras do IADE são de fácil utilização e reutilizáveis. Desenvolvidas com os materiais policarbonato transparente 0.75mm, PLA e Elástico Náutico, a sua produção assenta, principalmente, na tecnologia de corte a laser e com recurso à impressão 3D, o que permite uma maior produção num curto espaço de tempo.

Com design de Vasco Milne, modelação 3D de Ruben Martins e Miguel Diniz, e produção de Vasco Milne e Diamantino Abreu, o projeto está atualmente em fase de protótipo, tendo a equipa desenvolvido em apenas dois dias 360 viseiras.

Dada a necessidade de haver uma maior disponibilização deste material de proteção, o IADE tem já em desenvolvimento, desde o design à produção, de mais 600 viseiras, em parceria com a Ondagrafe, uma empresa de produção digital, perfazendo assim um total de 960 viseiras que serão doadas aos Hospitais Beatriz Ângelo, Santa Maria, Amadora Sintra e Estefânia.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Centros comerciais e Lojas do Cidadão em Lisboa encerrados até 04 de junho

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

Movimento de utentes numa estação do Metropolitano de Lisboa, durante a pandemia da covid-19, em Lisboa, 19 de maio de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

AML quer mais oferta de transportes e reforço da higienização

IADE produz viseiras para doar a hospitais