Energia

Iberdrola vence sete lotes nos leilões do solar e instala 149 MW em Portugal

solar-07285d78ed84bfa966a26b9a5c035502f3a56ed7

Esta capacidade está distribuída em duas regiões (Algarve e Vale do Tejo), de acordo com o resultado do leilão público, sublinhou a empresa.

Depois de conhecidos os resultados dos leilões de energia solar promovidos pelo Ministério do Ambiente e Transição Energética de Portugal, através da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) e organizado pelo Operador do Mercado Ibérico da Energia (OMIP), a Iberdrola informou em comunicado que “adjudicou 149 megawatts (MW) de energia solar fotovoltaica em Portugal, o que representa a entrada da empresa no desenvolvimento deste tipo de tecnologia em território nacional”.

Esta capacidade está distribuída em duas regiões (Algarve e Vale do Tejo), de acordo com o resultado do leilão público, sublinhou a empresa. A Iberdrola foi uma das grandes vencedoras dos leilões, ao arrematar sete lotes. A empresa é líder no setor comercial de grandes consumidores, com quase 33% do mercado e possui uma carteira de 300.000 clientes, entre eletricidade e gás natural.

Depois de conhecer o resultado do leilão, Ignacio Galán declarou: “Estes novos projetos destacam o compromisso da Iberdrola com a energia renovável e para continuar a contribuir para a transição para uma Europa descarbonizada”. O grupo lidera também o projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, que envolve a construção de três novas centrais (Gouvães, Daivões e Alto Tâmega), com uma potência total de 1.158 MW e um investimento de mais de 1.500 milhões de euros.

A implementação deste projeto, prevista para o período 2021-2023, significará um aumento de 6% do total de energia elétrica instalada no país e proporcionará energia a 440 mil casas portuguesas.

A Iberdrola possui uma potência eólica de 92 MW no país, dividida em três parques eólicos: Catefica, no município de Torres Vedras, 18 MW; Alto do Monção, em Mortágua e Tondela, 32 MW; e a Serra do Alvão, em Ribeira de Pena, com 42 MW.

Além de Espanha e Portugal, a Iberdrola promove inúmeros projetos renováveis na Europa. No Reino Unido, através da ScottishPower Renewables, opera 40 parques eólicos terrestres e o primeiro parque eólico marítimo da empresa, West of Duddon Sands. Está atualmente a desenvolver no Mar da Irlanda, East Anglia One, que, quando estiver operacional em 2020, irá consolidar a Iberdrola como líder mundial em energia eólica offshore.

A sua presença nas renováveis estende-se a outros países da Europa continental, como a Alemanha, onde opera nas águas do Mar Báltico, o parque eólico Wikinger. E em França, onde projeta o parque eólico offshore de Saint Brieuc. Por fim, na Grécia a empresa está também a construir dois novos parques eólicos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
: PÁGINAS : LIXO 08-09 NEGÓCIOS Eólicas + Opinião

Eólica vs. solar. Que energia dominará a Europa em 2030?

Turistas no Miradouro São Pedro de Alcântara, em Lisboa.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ourém recua, Guimarães pondera. São já 8 os municípios que cobram taxa turística

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve confiante numa estabilização do mercado britânico

Outros conteúdos GMG
Iberdrola vence sete lotes nos leilões do solar e instala 149 MW em Portugal