Coronavírus

IEFP. Como pedir o subsídio de desemprego durante a emergência?

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

Atendimento presencial nos centros de emprego, quando for necessário, ainda pode ser marcado no sistema online, por telefone ou e-mail.

O Instituto de Emprego e Formação Profissional mantém serviços de atendimento presencial nos centros de emprego, mas, nesta fase, o aconselhável é mesmo fazer o registo e pedido de subsídio de desemprego online, sempre que possível.

Quem se veja em situação de desemprego e opte pela modalidade de inscrição online nos centro de emprego deve antes de mais garantir que tem, primeiro, acesso à Segurança Social Direta, assim como registo na plataforma IEFP online. Siga as instruções passo a passo:

  1. 1. Registo na Segurança Social Direta (siga o link)

Pode ser feito com o Número de Identificação da Segurança Social (NISS). É também possível fazer o mesmo registo com o cartão de cidadão, tendo leitor de cartão e respetivo PIN de acesso. Este passo é necessário para o acesso ao IEFP online.

  1. 2. Registo no IEFP Online (siga o link)

De seguida, deve fazer o registo no IEFP online e fazer a autenticação com os dados da Segurança Social Direta.

  1. 3. Registo como candidato a emprego

É preciso preencher os dados pessoais e também fazer o preenchimento do currículo profissional online. De seguida, deve fazer-se a inscrição para emprego.

  1. 4. Pedido de subsídio de desemprego

O passo seguinte é a apresentação do requerimento de subsídio de desemprego online. Caso a entidade empregadora ainda não tenha comunicado o fim do vínculo laboral, o trabalhador tem a opção de carregar a declaração necessária a comprovar a situação de desemprego. Mais informação sobre a documentação necessária pode ser encontrada aqui.

  1. 5. Tirar dúvidas e fazer marcações presenciais

O IEFP mantém em funcionamento a linha 300 010 001 que permite fazer o esclarecimento de dúvidas sobre como proceder (de segunda a sexta-feira, entre as 8h e as 20h). É também possível pedi-los online, no e-balcão: https://www.iefp.pt/contactos.

Além disso, e caso seja necessário ainda assim um atendimento presencial no centro de emprego da área de residência, é possível agendá-lo online através do portal Siga: https://siga.marcacaodeatendimento.pt. Vale também para agendamentos com o Centro Nacional de Pensões, Autoridade para as Condições de Trabalho e outras entidades da área da Segurança Social.

Além disso, há ainda a hipótese de fazer agendamentos diretos com os centros de emprego relevantes, via endereços de e-mail, disponibilizados nas páginas individuais de cada centro. Podem ser consultadas a partir desta página: https://www.iefp.pt/redecentros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
dbrs-1060x594

DBRS mantém rating de Portugal em ‘BBB’ e perspetiva estável

O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

App Stayaway covid

App Stayaway Covid perto do milhão de downloads. 46 infetados enviaram alertas

IEFP. Como pedir o subsídio de desemprego durante a emergência?