Fisco alerta para mensagens falsas sobre encomendas na alfândega

A Autoridade Tributária avisa que estas mensagens devem ser ignoradas, adiantando que o objetivo é convencer o destinatário a aceder a páginas maliciosas.

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) está a alertar os consumidores para a existência de mensagens fraudulentas enviadas para os telemóveis para pagar taxas aduaneiras de encomendas retidas nas alfândegas.

"A Autoridade Tributária e Aduaneira tem conhecimento de uma campanha de phishing que recorre a mensagens de texto (SMS) fraudulentas emitidas supostamente por um "centro aduaneiro"", começa por referir num alerta publicado no Portal das Finanças, adiantando que "estas mensagens, às quais a AT é alheia, são passíveis de comprometer a privacidade e a segurança de quem as recebe."

De acordo com a AT, os destinatários "são induzidos maliciosamente a aceder a links que remetem para páginas fraudulentas na Internet, as quais visam a recolha de informação pessoal e confidencial para uso ilícito", avisa.

A Autoridade Tributária publicou um exemplo de mensagem fraudulenta.

"Estas mensagens são falsas e devem ser ignoradas", sublinha a AT, lembrando que "o seu objetivo é convencer o destinatário a aceder a páginas maliciosas carregando no link sugerido."

"Em caso algum deverá efetuar essa operação", alerta o Fisco, recomendando a leitura do folheto informativo sobre segurança informática disponível no Portal das Finanças.

O pagamento de taxas alfandegárias pode ocorrer quando as encomendas são enviadas a partir de países que não pertencem à União Europeia. A escolha das encomendas é feita de forma aleatória.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de