tribunal

Recorde: Johnson & Johnson perde processo e paga 417 milhões a mulher com cancro

Fotografia:    REUTERS/Lucas Jackson
Fotografia: REUTERS/Lucas Jackson

Johnson &Johnson obrigada a pagar um valor recorde a uma mulher que afirmou ter desenvolvido cancro nos ovários ao usar o pó de taco daquela empresa.

Um tribunal de Los Angeles condenou na segunda-feira a Johnson & Johnson a pagar um valor recorde de 417 milhões de dólares a uma mulher que afirmou ter desenvolvido cancro nos ovários após usar o pó de taco daquela empresa.

A mulher, que está hospitalizada, interpôs uma ação judicial contra a companhia norte-americana, alegando que o pó de talco para bebés que comercializa provoca cancro nos ovários, quando usado regularmente na higiene feminina.

O veredicto do tribunal, no processo movido pela californiana Eva Echeverria, estabeleceu a maior quantia alguma vez concedida numa série de processos judiciais contra a Johnson & Johnson por causa do pó de talco, em tribunais dos Estados Unidos da América (EUA).

Eva Echeverria alegou que a Johnson & Johnson não alertou convenientemente os consumidores quanto ao risco de desenvolverem cancro por causa dos produtos à base de talco.

A queixosa usou o pó de talco para bebé daquela companhia numa base diária desde 1950 até 2016 e foi diagnosticada com cancro dos ovários em 2007, de acordo com o processo.

A porta-voz da Johnson & Johnson, Carol Goodrich, disse em comunicado que a empresa vai recorrer da decisão do júri, acrescentando que a evidência científica mostra a segurança do pó de talco para bebés da Johnson.

O veredicto surge depois de um tribunal no Missouri ter condenado a empresa ao pagamento de 110,5 milhões de dólares a uma mulher da Virgínia a quem foi diagnosticado cancro dos ovários em 2012.

Além desse caso, três outros tribunais de St. Louis aplicaram sentenças semelhantes no ano passado, com os júris a ordenar o pagamento de indemnizações nos valores de 72 milhões, 70,1 milhões e 55 milhões, num total que ascende aos 307,6 milhões de dólares.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Tiago Melo

Crédito chega às famílias mas nunca foi tão baixo para as empresas

Francisco de Lacerda, CEO dos CTT

Especuladores têm aposta de 35 milhões na queda das ações dos CTT

Foto: DR

Luta pelos cargos de topo do BCE aquece. Espanha favorita no primeiro round

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Recorde: Johnson & Johnson perde processo e paga 417 milhões a mulher com cancro