Índia escolhe Via Verde para arrancar com portagens eletrónicas

ng3092306

A Brisa, através da sua participada Feedback Brisa Highways, vai levar a tecnologia Via Verde para o mercado indiano, anunciou hoje a empresa em comunicado.

Segundo a concessionária portuguesa, esta iniciativa “surge na sequência do lançamento pelas autoridades indianas de quatro projetos-piloto, para a implementação de um sistema interoperável de cobrança eletrónica de portagem naquele país”, sendo que a Feedback Brisa Highways ganhou um destes quatro projetos, o qual será implementado na National Highway 8 (NH8), ao longo dos próximos seis a 12 meses.

A NH8 é uma autoestrada que liga Deli a Beawer, “um eixo privilegiado na ligação daquela cidade a Mumbai”, refere o comunicado, acrescentando que, com uma extensão de 400 quilómetros, “a NH8 é constituída por três concessionárias, e conta com sete praças de portagem”. Para o desenvolvimento deste piloto, a Feedback Brisa Highways celebrou ainda uma parceria com um dos maiores bancos indianos, o ICICI Bank.

O comunicado adianta que a Índia “é atualmente o mercado mundial com o maior e mais ambicioso plano de requalificação, modernização e construção de autoestradas”.

A Índia tem 20.000 quilómetros de autoestradas nacionais, e 15.000 quilómetros de autoestradas estatais já construídas ou em fase de requalificação e mais de 20.000 quilómetros previstos para lançar e adjudicar no período 2012-2015, a maioria das quais em regimes de parcerias público-privadas.

A Feedback Brisa Highways é detida a 40% pela Brisa e 60% pela Feedback Infra, que, operando sob a marca Ezeeway, presta serviços de operação, manutenção e cobrança de portagens de autoestradas na Índia.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

fotografia: Luís Costa Carvalho

Corticeira Amorim investe oito milhões e inaugura nova fábrica nos EUA

António Mexia lidera a EDP desde 2005

António Mexia, CEO da EDP, ganhou 6.000 euros por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Índia escolhe Via Verde para arrancar com portagens eletrónicas