Inditex lucra mais 6% em 2019 e constitui provisão de 287 ME devido à pandemia

Se não fosse a provisão necessária para fazer face à quebra de vendas decorrentes da pandemia, o lucro da Inditex teria crescido 12%

O lucro da Inditex aumentou 6%, para 3.639 milhões de euros, no exercício terminado em janeiro, tendo o grupo espanhol constituído uma provisão de 287 milhões de euros devido ao impacto no negócio da pandemia de Covid-19.

Excluindo esta provisão, o lucro teria crescido 12% (para 3.855 milhões de euros) no exercício fiscal de 01 de fevereiro de 2019 até 31 de janeiro de 2020, período em que as vendas subiram 8%, para 28.286 milhões de euros, revela a empresa galega num comunicado enviado hoje à CNMV (Comissão Nacional do Mercado de Valores) espanhola.

As vendas através da Internet, assumidas como uma das grandes apostas do líder mundial da venda de roupa a retalho, dona de marcas como a Zara e Massimo Dutti, aumentaram 23%, para 3.900 milhões de euros, representando 14% do total.

Na informação hoje divulgada ao mercado, o grupo Inditex informa que, além de ter provisionado nas suas contas um total de 287 milhões de euros para enfrentar a atual situação de incerteza gerada pela pandemia do coronavírus, decidiu ainda adiar a distribuição de dividendos, canalizando para reservas a totalidade do resultado e remetendo a decisão final para uma reunião do Conselho de Administração a ocorrer antes da assembleia geral de acionistas agendada para julho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de