Comércio Externo

Indústria alimentar com exportações recorde de mais de 5 mil milhões

exportacoes

No total, as vendas do setor alimentar e das bebidas para o estrangeiro representaram 8,66% das exportações portuguesas no ano passado.

As exportações da indústria alimentar e de bebidas portuguesa atingiram em 2018 “o valor mais alto de sempre”, aumentando 3,1%, para 5.016 milhões de euros, face a 2017, anunciou esta quinta-feira a federação setorial.

Em comunicado, a Federação das Indústrias Portuguesas Agroalimentares (FIPA) refere que o aumento de 151 milhões de euros das vendas para o exterior em 2018 “consolida “o caminho de crescimento assinalado nos últimos anos” e “revela a atração crescente pelos produtos nacionais por parte do mercado global”.

No total, destaca, as vendas do setor alimentar e das bebidas para o estrangeiro representaram 8,66% das exportações portuguesas no ano passado.

Segundo a FIPA, Espanha voltou a destacar-se entre os principais destinos das exportações do setor, representando cerca de 25%, seguindo-se o mercado francês, com uma quota de 9%, e o brasileiro, com 6%.

No que respeita às categorias de produtos, continuam a destacar-se o azeite, o leite e produtos lácteos e o vinho.

“Estes números são o reflexo dos esforços da indústria alimentar e das bebidas e o confirmar de uma tendência de crescimento que já vínhamos a assinalar. Conforme previsto pela FIPA, conseguimos alcançar este grande objetivo que era ultrapassar os cinco mil milhões de euros em exportações, o que revela a qualidade e a diferenciação dos produtos alimentares portugueses”, sublinha o presidente da federação, Jorge Tomás Henriques, citado no comunicado.

Desde 2010, as exportações do setor da indústria alimentar e das bebidas acumulam um crescimento de 56%, enquanto as importações se ficaram por uma subida de 32%, contribuindo para um “ligeiro equilíbrio da balança comercial”, nota a FIPA.

Constituída em 1987 para representar e defender os interesses da indústria portuguesa agroalimentar, a FIPA integra 14 associações, 15 das maiores empresas do setor e oito parceiros como sócios aderentes.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Vista aérea da Praça dos Restauradores em Lisboa, Portugal, 24 Março de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A economia entrou em estado de quarentena

Lisboa, 10/05/2019 - Vida do Dinheiro (DN-TSF) - Isabel Furtado, presidente da Cotec e da TMG.
Isabel Furtado
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Covid-19: “Medidas têm de ser estratégicas e não apenas imediatas e impulsivas”

Ursula  von der Leyen, presidente da Comissão Europeia. Fotografia: Kenzo Tribouillard/AFP

Comissão Europeia vai rever proposta de orçamento da UE

Indústria alimentar com exportações recorde de mais de 5 mil milhões