INE confirma variação nula da inflação em 2020

Em dezembro o índice de preços no consumidor voltou a ficar em terreno negativo, o que se verifica desde o verão. Energia puxou inflação para baixo. Aumento dos preços dos bens alimentares foram insuficientes para manter valor acima de zero.

Os preços em Portugal não mexeram em 2020, comparando com o ano anterior, revelou o Instituto Nacional de Estatística, nesta quarta-feira.

"Em 2020, o Índice de Preços no Consumidor (IPC) registou uma variação média anual nula, sucedendo a uma taxa de 0,3% registada no conjunto do ano de 2019", indico INE na nota. E mesmo "excluindo a energia e os bens alimentares não transformados, a taxa de variação média também foi nula (0,5% no ano anterior)", detalha o gabinete de estatística.

Energia puxa preços para baixo. Verão não salvou

De acordo com o INE, a evolução nula explica-se pela descida dos preços dos produtos energéticos - eletricidade, gás e combustíveis. "A diminuição da taxa de variação do IPC entre 2019 e 2020 foi influenciada pelo comportamento da inflação subjacente e pela evolução negativa dos preços dos produtos energéticos, que registaram variações médias anuais de, respetivamente, 0,0% e -5,0% (0,5% e -1,8% em 2019)", explica o gabinete de estatística.

Nem mesmo o aumento dos preços dos alimentos trouxe a inflação para terreno positivo. "Os preços dos produtos alimentares não transformados aumentaram 4,0% em 2020, acima do observado no ano anterior (0,9%)", detalha o INE.

Ao longo do ano, a evolução dos preços acompanhou o andamento das medidas de restrição: quanto maiores, mais os preços baixaram e vice-versa. "A taxa de variação homóloga do IPC total evidenciou um forte movimento descendente nos meses de abril e maio de 2020, coincidentes com o confinamento imposto pela pandemia covid-19. Após uma ligeira recuperação nos meses de junho e julho, a variação homóloga voltou a situar-se em valores negativos e assim se manteve no resto do ano de 2020", refere o Instituto Nacional de Estatística.

Ano acaba com valor negativo

No mês de dezembro, a inflação manteve-se em terreno negativo, o que já acontece desde os meses de verão. "Em dezembro de 2020, o IPC registou uma taxa de variação mensal de -0,1% (-0,3% no mês anterior e -0,1% no mesmo mês do ano anterior)", indica o INE.

O vestuário e calçado foi a classe de produtos com maior contributo negativo, com uma variação mensal de -3,6% (-0,4% no mês anterior e -2,9% em dezembro de 2019).

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de