empreendedorismo

Inov Contact à conquista dos prémios europeus de promoção empresarial

Inov Contacto, o programa de estágios internacionais para jovens, da AICEP é candidato aos prémio europeus de promoção empresarial de 2019
Inov Contacto, o programa de estágios internacionais para jovens, da AICEP é candidato aos prémio europeus de promoção empresarial de 2019

O programa de estágios da AICEP concorre com uma aceleradora de start-ups cipriota, a Idea Innovation Centre & Incubator, e os italianos da FactorYmpresa Turismo, um programa de aceleração de negócios para aspirantes a empreendedores turísticos. A campanha internacional Portuguese Jewellery Newborn, da Associação da Ourivesaria e Joalharia de Portugal (AORP) aspira ainda à conquista de uma menção honrosa.

O Inov Contacto, o programa de estágios internacionais para jovens quadros da responsabilidade da AICEP, é o representante português nos Prémios Europeus de Promoção Empresarial (EEPA, em inglês), cujos vencedores são esta terça-feira conhecidos na Assembleia das PME que decorre na capital da Finlândia, em Helsínquia, até quarta-feira.

O Inov Contacto, que já levou quase seis mil jovens portugueses a estagiar em cerca de 1300 entidades, em mais de 80 países, é finalista na categoria ‘Investimento nas Competências Empreendedoras’ a par com a Idea Innovation Centre & Incubator, aceleradora de start-ups do Chipre, e da FactorYmpresa Turismo, programa italiano de aceleração de negócio para aspirantes a empreendedores turísticos. E concurso estão 18 projetos, a short-list selecionada pelo júri europeu de entre as 260 candidaturas apresentadas.

São seis as categorias – ‘Promoção do Espírito Empreendedor’, ‘Investimento das Competências Empreendedoras’, ‘Desenvolvimento do Ambiente Empresarial’, ‘Apoio ao Desenvolvimento de Mercados Ecológicos e à Eficiência de Recursos’, ‘Empreendedorismo Responsável e Inclusivo’ e ‘Apoio à Internacionalização das Empresas’ – distinguidas nestes prémios europeus em que Portugal é recordista de candidaturas, com 383 projetos submetidos desde a sua criação, em 2013. Mas, no total, e incluindo as fases finais nacionais, Portugal regista 677 projetos candidatados, dos quais 169 foram distinguidos dentro de portas pelo IAPMEI, o parceiro da Comissão Europeia nesta iniciativa. E Portugal arrecadou já oito destes prémios, com iniciativas como os Douro Boys, Empresa na Hora, Lisboa Empreende, Portuguese Shoes – A indústria mais sexy da Europa e Living Lab Carbono Zero, entre outras.

Este ano, a expectativa é de que o Inov Contacto seja mais um nesta lista de premiados, mas, não só. O projeto Portuguese Jewellery Newborn, desenvolvido pela Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP) em parceria com o COMPETE 2020, e que pretende “promover os novos talentos da joalharia nacional e ajudar à reinvenção de um setor tradicional sob o chapéu de uma marca de promoção única, representativa da criatividade e do trabalho dos novos designers nacionais”, foi o vencedor nacional na categoria de ‘Apoio à Internacionalização das Empresas’ e, embora não esteja entre os selecionados pelo júri para a short list final, pode, ainda, ser distinguido com uma menção honrosa.

O Inov Contacto, que vai já na sua 23ª edição, nasceu com o objetivo de “apoiar a qualificação internacional de jovens profissionais em áreas-chave do conhecimento, proporcionando-lhes habilidades efetivas no campo da inovação, a fim de estimular e reforçar a competitividade corporativa, bem como a imagem internacional de Portugal”. Envolveu já mais de 5.600 jovens e 1.235 entidades de 82 países diferentes, resultando em mais de 1.500 ofertas de emprego aos participantes. Os estágios decorrem em qualquer parte do mundo, durante seis a nove meses, permitindo aos jovens o desenvolvimento das suas competências no mercado internacional, destaca o IAPMEI, dando conta que, em 2008, a iniciativa da AICEP, foi apontada pela OCDE como um case study com recomendação de replicação para a Welsh Assembly Government, entre outras distinções.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens

Tomás Correia, Montepio e BNI Europa. O que está por detrás das buscas

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão (E), fala durante a sua audição perante a Comissão de Orçamento e Finanças, conjunta com a Comissão de Administração Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e Poder Local, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de janeiro de 2020. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Governo volta a negociar aumentos de 2020 com funcionários públicos

Greve escola função pública

Último ano da geringonça foi o de maior contestação na função pública

Inov Contact à conquista dos prémios europeus de promoção empresarial