PIB de Portugal com terceira maior subida em cadeia

O PIB da zona euro e da União Europeia avançou no terceiro trimestre quer na comparação homóloga quer em cadeia, com Portugal a registar uma subida de 2,9%, a terceira maior subida trimestral.

O Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro acelerou 3,9% face ao período homólogo de 2020 e 2,2% na comparação com o segundo trimestre do ano. Na União Europeia (UE), a economia cresceu 4,1% em termos homólogos e 2,1% na variação em cadeia, segundo uma estimativa do Eurostat.

Na comparação com o segundo trimestre, entre julho e setembro, o PIB avançou em 26 Estados-membros, tendo sido o da Áustria o que mais cresceu (3,8%), seguindo-se a França (3,0%) e Portugal (2,9%), e manteve-se estável na Lituânia.

Face ao terceiro trimestre de 2020, todos os Estados-membros viram a sua economia crescer, com destaque para a Croácia (15,5%), a Grécia (13,4%) e a Irlanda (11,4%).

Portugal registou uma subida homóloga de 4,2% no seu PIB.

Já no que respeita à taxa de emprego, o serviço estatístico europeu estima um crescimento, para a zona euro e a UE, de 2,1% na variação homóloga e 0,9% em cadeia.

A Irlanda (7,6%) foi o país onde o emprego mais cresceu na comparação homóloga, seguindo-se a Hungria (4,1%), a Dinamarca e a Espanha (4,0% cada), tendo a Roménia (-6,9%) e a Letónia (0,9%) apresentado os únicos recuos.

Face ao segundo trimestre, entre julho e setembro, a taxa de emprego teve o maior avanço na Irlanda (4,0%), seguindo-se Espanha (2,6%) e Lituânia (2,1%), com um recuo a ser observado na Letónia (-2,0%).

Em Portugal, o número de pessoas com um emprego subiu 3,8% na variação homóloga e 1,9% em cadeia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de