negócios

Investimento macaense chega ao Porto e a Gaia

Rui Moreira entregou as chaves da Cidade, ao Chefe da Região Administrativa Especial de Macau, Fernando Chui Sai-on, na Câmara do Porto

(Pedro Correia/Global Imagens)
Rui Moreira entregou as chaves da Cidade, ao Chefe da Região Administrativa Especial de Macau, Fernando Chui Sai-on, na Câmara do Porto (Pedro Correia/Global Imagens)

Imobiliário é a principal aposta mas as áreas de interesse para os 70 milhões da KNJ são diversificadas.

São 70 milhões de euros que vão ganhar vida em projetos no Porto e em Gaia, em diferentes áreas mas com o setor imobiliário como principal aposta. O investimento vem da KNJ Investment Limited e foi anunciado no âmbito da visita de Fernando Chui Sai-on, chefe do governo da Região de Macau, ao Porto, noticia o JN.

O reforço de laços e relações diplomáticas entre o Porto e Macau fez-se através da assinatura de um memorando de entendimento e cooperação numa cerimónia em que estiveram ainda presentes os presidentes da Câmara do Porto, Rui Moreira, e de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

Fernando Chui Sai-on, Kevin Ho e Rui Moreira (Pedro Correia/Global imagens)

Fernando Chui Sai-on, Kevin Ho e Rui Moreira
(Pedro Correia/Global imagens)

“É óbvio para Macau que, para investir fora, vamos procurar lugares que conhecemos”, afirmou, segundo cita o JN, Kevin Ho, sócio daquela empresa e acionista do Global Media Group (que detém o JN, o Dinheiro vivo, o DN, a TSF e O Jogo, entre outros títulos). “Nos últimos quatro anos, a economia de Portugal tem crescido e isso dá-nos ainda mais confiança”, garantiu o empresário, assegurando que Lisboa também está no radar da KNJ.

Veja o Vídeo no JN, aqui

Na mesma ocasião, Fernando Chui Sai-on realçou a importância do programa “Uma Faixa, Uma Rota” estabelecido pela Fundação Macau, que promove a aprendizagem e a troca de conhecimentos entre instituições do ensino superior.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
trabalho emprego comissão europeia

Bruxelas quer criar 5 novos impostos e dar 15 mil milhões de euros a Portugal

Vieira da Silva, ex-ministro do Trabalho e Segurança Social. 
Fotografia: Natacha Cardoso / Global Imagens

Governo deve reforçar apoios sociais e aos jovens e rever o lay-off

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

1356 mortos e 31292 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Investimento macaense chega ao Porto e a Gaia