Matéria-primas

Irão duplica exportação de petróleo

O Irão quer aumentar a produção de petróleo, mesmo num cenário de preços baixos que acontecem precisamente porque há demasiada produção.

O Irão vai duplicar exportação de petróleo depois do fim das sanções internacionais ocorrido em fevereiro, informou este sábado o ministro do Petróleo, Bijan Zanganeh.

O dirigente explicou, na sua visita à 21.ª Feira Internacional do Petróleo, que durante as sanções o Irão exportava um milhão de barris de petróleo por dia mas que, muito em breve, o volume das exportações superará os dois milhões de barris por dia.

Segundo a agência oficial de notícias do Irão, a IRNA, o ministro disse que já está em curso o Plano Integral de Ação Conjunta e que o objetivo mais importante do Governo do Presidente iraniano, Hasam Rohani, é precisamente o aumento da exportação de crude.

“Conseguimos recuperar parte da nossa quota no mercado mundial de energia”, assegurou o ministro, acrescentando que para desenvolver a indústria de petróleo não há apenas que usar as fontes internas do Irão, devendo também recorrer-se ao investimento estrangeiro e à tecnologia.

Apesar da baixa global do preço do petróleo, o Irão anunciou que vai extrair e exportar petróleo até recuperar a quota de mercado global que detinha antes das sanções, o que passa por colocar dois milhões de barris de crude por dia no mercado em 2016.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

RODRIGO ANTUNES / LUSA

Governo reúne motoristas e patrões em nova maratona de “intransigências”

Posto de abastecimento de combustíveis REPA (Rede Estratégica de Postos de Abastecimento) no Porto (ESTELA SILVA/LUSA)

Revendedores de combustíveis esperam acordo “o mais brevemente possível”

Outros conteúdos GMG
Irão duplica exportação de petróleo