guias fiscais

IRS em separado ou em conjunto? Este simulador ajuda-o

A Deco criou um simulador que ajuda a preencher a declaração do IRS e calcula qual a opção mais vantajosa para casais e unidos de facto.

Preencher e entregar a declaração do IRS está este ano a revelar-se uma tarefa mais complicada do que em anos anteriores.

Seja porque é necessário verificar se as deduções foram todas contabilizadas ou porque os casais têm de dizer ao fisco se querem optar pela tributação conjunta ou se entregam declarações em separado.

A escolha implica fazer (pelo menos) três simulações, mas a associação de defesa do consumidor – Deco promete facilitar a vida aos contribuintes através do “IRS sem custo“.

Entre outras funcionalidades esta aplicação simplifica as etapas de preenchimento da declaração e direciona o contribuinte para a solução que lhe é mais favorável sempre que existe possibilidade de opção. Isto sucede, por exemplo, com os casados e unidos de facto que têm de optar pela tributação em conjunta ou em separado.

Saiba mais sobre a entrega do IRS.

Também os senhorios que juntam rendas a outro tipo de rendimentos podem ficar a saber sem grandes esforços se lhes é mais favorável englobar as rendas ou deixa-las ser tributada à taxa autónoma de 28%.

A utilização do IRS sem custo é gratuita, sendo enviado um e-mail de confirmação aos contribuintes que se registem, com a informação necessária para aceder ao ficheiro de instalação do programa e um código de ativação.

Ao contrário do que sucedeu no ano passado, a versão deste ano do IRS sem custo não inclui nem o pré-preenchimento da declaração nem permite a sua entrega de forma eletrónica e automática. Tudo porque, em abril de 20155, a Comissão Nacional de Proteção de dados suspendeu a disponibilização do programa por entender que poderia haver acesso a dados pessoas dos contribuintes. A Deco apresentou na altura a sua defesa e versão dos factos e disponibilizou-se para prestar todos os esclarecimentos, mas, refere a associação em comunicado, “até à data (um ano depois) não fomos notificados de qualquer decisão neste processo”.

A Deco avisa que a instalação da aplicação IRS sem custo corre em qualquer browser, mas lembra que os contribuintes terão de usar os que são indicados pela Autoridade Tributária e Aduaneira (Firefox, Internet Explorer ou Safari) para carregarem a declaração do IRS.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

Christine Lagarde, presidente do BCE. Fotografia: REUTERS/Johanna Geron

Lagarde corta crescimento da zona euro para apenas 1,1% em 2020

Outros conteúdos GMG
IRS em separado ou em conjunto? Este simulador ajuda-o