IRS: Reembolso é maior este ano

Simule o seu rendimento líquido
Simule o seu rendimento líquido

O valor médio do reembolso do IRS deste ano que já chegou a 299 273 famílias ronda os 825 euros, o que corresponde a um aumento de 56% face ao montante médio há um ano.

Até ao final da semana passada, a Autoridade Tributária e Aduaneira tinha devolvido 247 milhões de euros em reembolsos de IRS a quase 300 mil famílias, que entregaram a sua declaração anual do imposto durante o mês de abril – prazo para o acerto de contas para os que em 2013 tiveram apenas rendimentos de trabalho dependente ou de pensões (categorias A e H, respectivamente).

Em média, cada um destes agregados recebeu um cheque a rondar os 825 euros. Um valor bastante mais generoso do que o registado há exatamente um ano atrás: no final de abril de 2013, a AT dava conta de ter devolvido, até essa data, 90 milhões de euros de imposto a 171 000 contribuintes, o que correspondia a uma média de 526 euros.

Esta diferença de valores pode refletir o facto de as retenções na fonte estarem ligeiramente acima do que cada contribuinte tem efetivamente a pagar de imposto e também o impacto do benefício fiscal proporcionado pela dedução de 15% do IVA suportado em restaurantes, cabeleireiros e afins e reparações de carros.

Os dados revelam, contudo, que este ano o ritmo dos reembolsos está mais rápido do que há um ano, tendo já sido devolvida uma maior quantia de imposto a mais contribuintes.

À semelhança do que sucedeu em anos anteriores, o fisco dá prioridade no reembolso aos contribuintes que entregam a declaração pela Internet. Este ano, foram submetidas por via eletrónia 3 183 mil declarações correspondentes à 1ª fase, cujo prazo foi prolongado até 2 de maio.

Em relação à 2ª Fase o fisco recebeu, em 2013, 1 861 mil declarações por via eletrónica. Cinco dias depois de ter arrancado o prazo, somente 91 138 fizeram já chegar a sua declaração ao Portal da AT.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

IRS: Reembolso é maior este ano