perfil

Isabel Furtado. Exigência, rigor e excelência na liderança da Cotec Portugal

Isabel Furtado, CEO da TMG Automotive, com Marcelo Rebelo de Sousa, presidente honorário da Cotec Portugal. Fotografia: DR
Isabel Furtado, CEO da TMG Automotive, com Marcelo Rebelo de Sousa, presidente honorário da Cotec Portugal. Fotografia: DR

Líder da TMG Automotive será a primeira mulher a presidir à Associação Empresarial para a Inovação. Eleição está agendada para 22 de maio

Profissionalismo, mérito, rigor, inovação; um exemplo de equilíbrio e excelência. São algumas das características apontadas àquela que será, em breve, a primeira mulher a presidir à Cotec Portugal. Isabel Furtado, líder da TMG Automotive, a unidade de têxteis técnicos do grupo Têxtil Manuel Gonçalves, será eleita, na assembleia geral agendada para 22 de maio, para um mandato de três anos substituindo Francisco Lacerda, presidente dos CTT.

“Deve ter sido muito difícil de a convencer e acredito que aceitou com o sentido de missão que a move em todos os seus atos”, diz José Rui Felizardo, fundador e líder do Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel (CEiiA), e amigo de longa data.

Neta do fundador da TMG, a maior empresa têxtil nacional, Isabel Furtado é licenciada em Economia pela Universidade de Manchester, com especialização em Tecnologia Têxtil. Antes, estudara no Canadá. E Paulo Vaz, diretor-geral da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), onde ocupa um lugar na direção executiva, aponta precisamente a sua educação anglo-saxónica como a origem da sua “forma muito compartimentada” de encarar os negócios e a família, mas, também, “do rigor e exigência” que coloca em tudo o que faz. E que exige em igual medida a quem a rodeia.

“A Isabel é uma pessoa ligada ao têxtil de alma e coração. Uma pessoa muito atenta e defensora da inovação tecnológica, tema que a apaixona, e vê-la a liderar a Cotec é o corolário quase natural desse seu percurso”, defende Paulo Vaz. Que garante ainda: “O seu trajeto empresarial é notável e fala por si. Basta ver que a TMG Automotive é uma empresa líder dentro do seu setor de atividade e um exemplo de modernização.”

Também o presidente da AEP - Associação Empresarial de Portugal, de cujo conselho geral Isabel Furtado faz parte, de entre os muitos cargos associativos que tem, destaca a “história pessoal” da empresária e a sua experiência no grupo TMG para considerar que “não há melhor garantia de que a Cotec, uma entidade que pretende ajudar a aumentar a competitividade das empresas através da inovação, fica em boas mãos”.

Peter Villax, presidente da Associação das Empresas Familiares, destaca-lhe “a simpatia e o trato pessoal encantador” que imprime em tudo o que faz, mas sublinha que “conhece a empresa de trás para a frente, os trabalhadores e as suas histórias”. A secretária de Estado da Indústria, Ana Lehmann, não lhe poupa elogios: “É uma das pessoas que mais admiro no mundo empresarial português”, afiança, destacando-lhe o “mérito”, a “nobreza” e o “rigor”. “Exímia administradora, exigente e pragmática”, Isabel Furtado é uma “profissional altamente qualificada com um percurso profissional brilhante e que fala por si: quadruplicou resultados [da TMG Automotive] em seis anos; por ser proveniente de uma família exigente, que privilegia serem acionistas e não executivos, teve de fazer um esforço redobrado para chegar ao topo do grupo, mostrando ser mais competente que outros possíveis gestores”, diz Ana Lehmann.

A governante elogia-lhe ainda o cariz inovador – “A Isabel está sempre na vanguarda da modernidade, é uma gestora sempre atualizada, uma grande visionária, mas com a grande virtude de ter os pés bem assentes na terra e saber fazer acontecer”, destacando ainda a responsabilidade social: “Dedica-se e apoia uma multiplicidade de causas, sempre com nobreza e discrição.”
Isabel Furtado é também uma mulher de família. Casada, com três filhos, a família “é a âncora que suporta toda a sua forma de estar na vida”, diz José Rui Felizardo. Num mundo onde muitas mulheres se debatem diariamente para equilibrar vida pessoal e profissional, a gestora de Vila Nova de Famalicão fá-lo de forma natural. “É um exemplo de equilíbrio e de excelência a todos os níveis”, conclui a secretária de Estado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Isabel Furtado. Exigência, rigor e excelência na liderança da Cotec Portugal