Universidade

ISCTE sobe sete posições no ‘ranking’ de mestrados de gestão do Financial Times

Raul_Hestnes_Ferreira_ISCTE_4033

Portugal é o sexto país do mundo com mais escolas representadas no 'ranking' do Financial Times.

O Metrado em Gestão de Empresas da ISCTE Business School (IBS) ocupa o 77.º lugar no ranking de mestrados de gestão do Financial Times. Este é o segundo ano consecutivo que a IBS faz parte da lista.

O Mestrado em Gestão de Empresas da IBS destaca-se no indicador de recuperação do investimento académico (Value for Money Rank), obtendo a 27.ª posição a nível mundial, pois os preços do programa permitem que os graduados recuperem o investimento académico numa janela temporal muito reduzida. Por outro lado, é um dos mais equilibrados na igualdade de género, refletindo uma característica de toda a escola de gestão.

“A escola tem vivido uma década de desenvolvimento excecional, com crescente contribuição para sociedade e aproximação às escolas de topo a nível mundial”, afirmou o dean da instituição, José Paulo Esperança. Segundo o responsável máximo da escola, “as recentes parcerias internacionais com escolas triple crown tais como a INSPER no Brasil, a Polytechnic University em Hong Kong, ou a SKEMA e o IÉSEG em França, demonstram a crescente influência internacional e convergência de qualidade”.

Além do ISCTE, também a Nova School of Business and Economics e a Universidade Católica fazem parte do ranking, fazendo de Portugal o sexto país com mais escolas representadas na lista.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Boom de queixas contra agências imobiliárias

O ex-presidente da Three Gorges e António Mexia, na assinatura da privatização

Quanto renderam em dividendos as empresas vendidas pelo Estado?

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
ISCTE sobe sete posições no ‘ranking’ de mestrados de gestão do Financial Times