Eurostat

Itália entra em recessão e Alemanha está quase

Matteo Salvini, vice primeiro-ministro de Itália e líder de extema-direita. Fotografia: EUTERS/Remo Casilli
Matteo Salvini, vice primeiro-ministro de Itália e líder de extema-direita. Fotografia: EUTERS/Remo Casilli

Crescimento homólogo da economia portuguesa no 4º trimestre foi de 1,7% e é o quinto pior registo da zona euro, indica o Eurostat

O crescimento homólogo da economia portuguesa no 4º trimestre foi de 1,7%, mas trata-se do quinto pior registo entre os países da zona euro que já apuraram valores oficiais para a reta final do ano.

Além disso, o panorama europeu está algo sombrio. Segundo informa esta quinta-feira o Eurostat (pdf), Itália já está em recessão técnica (dois trimestres consecutivos em cadeia de quebra da economia) e a Alemanha está à beira de uma situação parecida.

A economia italiana, a terceira maior da zona euro, entrou mesmo em recessão: teve uma quebra de 0,1% no produto interno bruto (PIB) no terceiro trimestre e voltou a contrair cerca de 0,2% na reta final do ano. A economia alemã, a maior da moeda única, teve uma queda trimestral de 0,2% no 3º trimestre (face ao 2º) e nos últimos três meses de 2018 acabou estagnada (0%).

Em termos homólogos (comparação com o 4º trimestre de 2017), nota-se que as maiores economias estão, de facto, quase estagnadas.

Pior que Portugal, apenas quatro países. Itália cresceu somente 0,1% no 4º trimestres, Alemanha avançou 0,6%, França 0,9% e Bélgica 1,2%.

O Eurostat mostra ainda que Portugal está a crescer acima do ritmo europeu (diz-se que está a convergir), mas muito porque as grandes economias estão a arrastar a média para baixo.

A zona euro estava a crescer apenas 1,2% no 4º trimestre de 2018 comparativamente a igual período de 2017. No início do ano passado estava a crescer o dobro (2,4%) e desde essa altura que tem sido sempre a perder gás.

Em todo o caso, há países que ainda estão a crescer relativamente bem. Entre eles estão alguns parceiros importantes de Portugal. A economia da Polónia estava a expandir-se cerca de 4,6% no final do ano passado; Espanha aumentou 2,4%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-diretor das Grandes Empresas da Caixa Geral de Depósitos, José Pedro Cabral dos Santos na II comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. MÁRIO CRUZ

Cabral dos Santos apresenta carta a desmentir Berardo sobre créditos na CGD

Outros conteúdos GMG
Itália entra em recessão e Alemanha está quase