Espanha

Jovem de 15 anos entre os vencedores do primeiro prémio da lotaria em Espanha

EPA/Alejandro Garcia
EPA/Alejandro Garcia

Cosmin Rotariu foi um dos dez vencedores do primeiro prémio da Loteria del Niño. Ganhou 200 mil euros.

Como manda a tradição, às 12h00 do dia de Reis, a Loteria del Niño andou à roda em Espanha. O primeiro prémio, de dois milhões de euros, foi atribuído ao número 37142. A série vencedora saiu num estabelecimento em Barcelona.

Tal como acontece com o El Gordo, as séries do El Niño são vendidas em décimos, sendo que cada décimo custa 20 euros e o bilhete inteiro custa 200 euros. Os vencedores de cada décimo sorteado na lotaria deste domingo ganharam 200 mil euros. Foi o que aconteceu a Cosmin Rotariu, um jovem de apenas 15 anos.

Segundo a imprensa espanhola, Cosmin comprou o bilhete da lotaria este sábado, com um prémio de 20 euros que tinha ganho na lotaria do Natal. “Não estava à espera, estou a tremer. Ainda não sei o que vou fazer com dinheiro. Talvez comprar um telemóvel novo ou investir num apartamento. Vou comprar alguma coisa para os meus pais”, afirmou o jovem ao jornal El País.

Apesar de ter comprado o bilhete, Cosmin não vai poder levantá-lo sozinho, uma vez que em Espanha o jogo é proibido a menores de 18 anos.

No total, o sorteio do El Niño distribuiu 700 milhões de euros em prémios, mais 70 milhões de euros do que no ano passado. Com a mudança das regras da tributação dos prémios de jogo em Espanha, os vencedores do El Niño vão levar para casa 164 mil euros, uma vez que os primeiros vinte mil euros estão isentos de impostos e o restante valor é taxado a 20%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
boris johnson brexit

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Outros conteúdos GMG
Jovem de 15 anos entre os vencedores do primeiro prémio da lotaria em Espanha