Juros da dívida começam a subir logo após demissão de Portas

Paulo Portas
Paulo Portas

Os mercados reagiram imediatamente à saída de Paulo Portas do Governo liderado por Pedro Passos Coelho.

A demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros provocou um ligeiro aumento nos juros da dívida de Portugal.

As obrigações do Tesouro registaram um ligeiro aumento por volta das 16h30 quando foi noticiada a saída de Portas. Nesse momento, estavam a ser negociadas por 6,52% no mercado secundário. Após a notícia da saída do ministro dos Negócios Estrangeiros subiu para os 6,62%.

Nos juros a médio prazo, 5 anos, a situação foi idêntica. Por volta das 16h30, as yields situavam-se nos 5,70%, após a notícia estas subiram para os 5,82%.

A saída do líder centrista está diretamente relacionada com a saída de Vítor Gaspar. Paulo Portas discorda da escolha de Pedro Passos Coelho, Maria Luís Albuquerque, para substituir Vítor Gaspar à frente da pasta das Finanças.

Também a bolsa de Lisboa, caiu a pique depois do anúncio da demissão de Paulo Portas. A bolsa estava a cair 0,90% por volta das 16h30. Quinze minutos depois o indíce PSI 20 estava a cair 1,50%.

As cotadas de banca são as que mais estão a sofrer com esta demissão. O BCP cai 5,10%, o BES desce 4,22%, o BPI perde 3,12% e o Banif desliza 1,08%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Novo Banco, António Ramalho, conversa com Teresa Leal Coelho (ausente da foto), presidente da Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, durante a audição na Assembleia da República, Lisboa, 21 de março de 2019.  ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Ramalho: “DG Comp não tem particular simpatia pelos bancos portugueses”

António Tomás Correia, presidente da Associação Mutualista Montepio Geral

( Gustavo Bom / Global Imagens )

ASF inicia processo de avaliação da idoneidade de Tomás Correia

Rodrigo Costa, CEO da REN Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

Rodrigo Costa: “Já pagámos 127,5 milhões” de CESE

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Juros da dívida começam a subir logo após demissão de Portas