Dívida nacional

Juros da dívida de Portugal a 10 anos em mínimos de dezembro de 2015

Juros da dívida de Portugal
Juros da dívida de Portugal

Os juros da dívida portuguesa estavam a descer a dois e a cinco anos, bem como a dez anos, caindo neste prazo para mínimos de dezembro de 2015

Os juros da dívida portuguesa estavam esta sexta-feira de manhã a descer a dois e a cinco anos, bem como a dez anos, caindo neste prazo para mínimos de dezembro de 2015, alinhados com os de Espanha e da Itália.

Cerca das 08:30 em Lisboa, os juros a dez anos estavam a cair para 2,282%, um mínimo desde dezembro de 2015, contra 2,302% na quinta-feira.

No prazo de cinco anos, os juros também estavam a recuar, para 0,900%, contra 0,914% no dia anterior e 0,874% em 20 de setembro, um mínimo desde abril de 2015.

No mesmo sentido, os juros a dois anos desciam para -0,063%, contra -0,052% na quinta-feira, 0,076%, o atual mínimo de sempre, registado pela primeira vez em 19 de setembro.

Os juros de Espanha e da Itália estavam a cair em todos os prazos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 08:30:

2 anos… 5 anos… 10 anos

Portugal

13/10……-0,063….0,900……2,282

12/10……-0,052….0,914……2,302

Grécia

13/10……3,049…..4,525……5,514

12/10……3,049…..4,542……5,529

Irlanda

13/10…..-0,527…-0,045……0,640

12/10…..-0,534…-0,025……0,667

Itália

13/10…..-0,242….0,800……2,085

12/10…..-0,226….0,820……2,111

Espanha

13/10…..-0,288….0,303……1,599

12/10…..-0,283….0,323……1,629

Fonte: Bloomberg Valores de ‘bid’ (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: NUNO FOX/LUSA

Costa: “Depois deste ano nada poderá ficar como antes”

Mário Centeno, ministro das Finanças, com Pierre Moscovici, comissário europeu. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Governo promete a Bruxelas ser bom aluno em 2018

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

Mínimo de existência acaba com IRS para 54 mil recibos verdes

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Juros da dívida de Portugal a 10 anos em mínimos de dezembro de 2015