Dívida

Juros da dívida de Portugal a 10 anos a subir para máximos de fevereiro

Foto: REUTERS/Yuriko Nakao
Foto: REUTERS/Yuriko Nakao

Receios com eleição de Donald Trump empurram juros da dívida portuguesa, italiana ou espanhola a dez anos

Os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam hoje ao princípio da tarde a subir para níveis máximos desde 19 de fevereiro passado. Também os juros a dez anos da dívida italiana ou espanhola, por exemplo, estão hoje a subir.

Cerca das 12:50 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a subir para 3,705%, um máximo desde 19 de fevereiro e contra 3,661% na quarta-feira. Nos últimos seis meses os juros caíram para 2,679% em 15 de agosto.

Idêntico comportamento estão a registar os juros italianos e espanhóis. Estas evoluções estarão associadas aos receios com o impacto das futuras políticas protecionistas que o presidente-eleito norte-americano irá por em prática e os efeitos inflacionistas das mesmas.

Com tendência diferente, a cinco anos, os juros estavam a recuar para 2,081%, contra 2,111% na quarta-feira e depois de terem descido até aos 1,548% em 15 de agosto, um mínimo dos últimos seis meses. O máximo dos últimos seis meses, de 2,233%, foi registado em 16 de junho.

No prazo de dois anos os juros também estavam a cair para 0,457%, contra 0,462% na véspera, depois de nos últimos seis meses terem avançado até ao máximo de 0,882% em 24 de junho e descido até ao mínimo de 0,232% em 21 de outubro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Pingo Doce

PD. Sindicato quer impugnar no Tribunal “golpada” no referendo do banco de horas

Hiper Pingo Doce__00266

Sindicato leva banco de horas do Pingo Doce a tribunal

Juros da dívida de Portugal a 10 anos a subir para máximos de fevereiro