Dinheiro Vivo TV

Live. Salas de aulas virtuais onde os professores são refugiados

A carregar player...

A francesa Guillemette Dejean e a afegã Mursal Hedayat são os nomes e as caras por trás da app Chatterbox.

A aplicação é uma espécie de salas de aulas virtuais onde todos os professores são refugiados. O objetivo destas fazedoras, que estão a desenvolver o projeto a partir de Portugal, é acabar com os altos níveis de desemprego de todas as pessoas que são obrigadas a fugir dos seus países, e que muitas vezes, são altamente qualificadas.

A Chatterbox foi criada há cerca de dois anos e meio e atualmente funciona sobretudo em modelo B2B, ou seja, vocacionada para clientes empresariais. Conta com meia centena de refugiados ativos a dar aulas, apesar de mais de 300 já terem passado nos testes iniciais.

Fiquem a conhecer mais sobre este projeto na secção dos Fazedores, aqui no Dinheiro Vivo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Exportações, TIC, Taiwan

Portugal exporta mais talento e tecnologia. Taiwan ganha força

Lisboa, 19/7/2019 - Eduardo Marques, Presidente da AEPSA- Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente-  uma associação empresarial, criada em 1994, que representa e defende os interesses coletivos das empresas privadas com intervenção no setor do ambiente,
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Eduardo Marques. “Há um grande espaço para aumentar as tarifas da água”

Jorge Leite. Fotografia: CGTP-IN

Morreu Jorge Leite, o jurista do Trabalho que defrontou a troika

Outros conteúdos GMG
Live. Salas de aulas virtuais onde os professores são refugiados