Brexit

Londres pode cancelar terceira votação sobre o brexit

REUTERS/Scott Heppell
REUTERS/Scott Heppell

Agendamento de nova votação na Câmara dos Comuns é esperado para terça-feira.

O governo britânico pode cancelar uma terceira votação sobre o brexit, prevista para esta semana, caso antecipe que a proposta não passará (acesso pago). Após dois chumbos às propostas da primeira-ministra Theresa May pela Câmara dos Comuns, o governo pode arriscar nova moção de censura em caso de derrota, proposta pelos Trabalhistas.

“Será difícil justificar uma votação se soubéssemos que a íamos perder”, disse, em declarações à Sky News, Liam Fox, o responsável do Comércio britânico.

A expetativa era, até aqui, a de um agendamento da votação para terça-feira.

A primeira-ministra britânica publica hoje um artigo no Sunday Telegraph (acesso pago), apelando ao patriotismo dos deputados. “A coisa patriótica a fazer é aprovar o meu acordo”, defende, propondo uma extensão do prazo de saída do Reino Unido da União Europeia de três meses contados a partir de 29 de março.

Segundo May, adiar mais “seria um potente símbolo de fracasso político coletivo” do parlamento.

O Partido Trabalhista liderado por Jeremy Corbyn avança entretanto que poderá apoiar o acordo May se houver o compromisso de realizar sobre este um referendo. A proposta de um segundo referendo sobre o brexit foi na passada semana chumbada pela maioria dos membros da Câmara dos Comuns.

Corbyn considerou também “adequada” uma nova moção de censura à liderança de Theresa May caso a proposta da primeira-ministra não vingue. “Chegados a esse ponto devemos dizer que deve haver eleições gerais”, disse à Sky.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
cervejas

Concorrência acusa supermercados e cervejeiras de combinarem preços

cervejas

Concorrência acusa supermercados e cervejeiras de combinarem preços

Presidente executivo da TAP Antonoaldo Neves durante apresentação dos resultados de 2018 em Lisboa, 22 de março de 2019. NUNO FOX/LUSA

Antonoaldo Neves: “TAP vai continuar a contratar”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Londres pode cancelar terceira votação sobre o brexit