Cabeleireiros

L’Oréal investe “centenas de milhares de euros” em gel e máscara para salões

(Ana Pereira da Costa/Global Imagens)
(Ana Pereira da Costa/Global Imagens)

L'Oréal produz gel que vai ser entregue aos cabeleireiros e suspendeu pagamento de faturas em março e abril, tendo beneficiado mil salões em Portugal.

Depois de semanas de confinamento imposto pela pandemia do Covid-19 os portugueses têm na sua lista de coisas a fazer uma ida ao cabeleireiro. Pelo menos é isso que indica um estudo realizado pela L’Oréal: 86% das mulheres portuguesas têm interesse em visitar o salão de cabeleireiro após o término da quarentena, sendo que 83% tem como prioridade cortar o cabelo e 42% fazer coloração.

Os cabeleireiros e institutos de beleza são alguns dos negócios que a partir desta segunda-feira reabrem findo o Estado de Emergência, num processo de reabertura faseada da economia. Há mais de 38 mil salões de cabeleireiro e institutos de beleza em Portugal, frequentados por cerca de 8 milhões de portugueses, de acordo com dados do INE citados pela L’Oréal.

Gonçalo Nascimento, diretor da Divisão de Produtos Profissionais da L’Oréal, dá conta do envolvimento da marca de beleza no apoio aos cabeleireiros e institutos de beleza parceiros. Até ao final do ano, a marca vai distribuir gel e equipamento de proteção: 8.5 milhões de máscaras protetoras pelos salões na Europa e 20 milhões nos EUA. Vão ser distribuídas 3.5 milhões unidades de gel hidroalcoólico, que estão atualmente a ser produzidos nas fábricas do Grupo, e que são destinados apenas para uso profissional. Em Portugal, depois o gel (400 ml), destinado apenas para uso profissional, será vendido em catálogo por um valor máximo de 10 euros.

A marca congelou ainda o pagamento de faturas, em março e abril, durante o período de encerramento dos espaços. “Mais de 1 milhar de salões estão nesta situação”, diz o responsável em entrevista.

Vão distribuir até ao final do ano 40 mil unidades de gel de limpeza purificante e entre 170 mil a 250 mil máscaras protetoras. Que investimento isso implicou?

A nossa fábrica de Burgos já produziu os primeiros frascos de gel hidroalcoólico, de grande formato 400 ml, e as nossas previsões, para um horizonte temporal de 12 meses, apontam para mais de 45 mil unidades, 35% dos quais serão oferecidas na abertura da atividade dos salões de cabeleireiro. Paralelamente, e para contribuir para o correto e integral cumprimento das regras de Higiene e Segurança dos salões (que proativamente colaborámos na construção com as Associações do sector), teremos entre 170 mil a 250 mil unidades de máscara (dependendo do aprovisionamento internacional), que colocaremos à disposição dos nossos salões, ao preço de custo. Ambos acarretam um investimento de centenas de milhares de euros.

Lançaram uma plataforma para a entrega de vouchers de compras. Qual o balanço?

A campanha “A beleza está em Cuidar” é uma iniciativa da L’Oréal Divisão de Produtos Profissionais em parceria com a Plataforma Preserve da Tech4Covid. O objetivo é impulsionar a compra de vouchers de serviços e produtos profissionais e dar uma fonte de receita aos cabeleireiros fechados, de ajudar no seu cash-flow. A compra dos vouchers é realizada pelos consumidores na plataforma Preserve e o valor é imediatamente depositado na conta dos salões. Esta iniciativa foi lançada no dia 17 de abril e o balanço já é muito positivo, temos mais de 300 salões de cabeleireiro integrados na plataforma. Estamos a apurar os valores semanalmente, mas posso-lhe dizer que temos mais de uma centena de vouchers vendidos e que o sentimento das consumidoras tem sido muito positivo. É sintomático da importância do sector para a população portuguesa!

Com o Covid a levar ao encerramento de portas dos espaços, que impacto isso teve na vossa unidade Divisão dos Produtos Profissionais? Quais as expectativas de evolução da atividade em 2020?

Obviamente que qualquer atividade foi impactada. A nossa igualmente. Mas prefiro ver o tema pelo lado positivo. Mantivemos toda a equipa a trabalhar em homeoffice, sem exceção. Estivemos mais perto do que nunca dos nossos clientes. Fortalecemos a nossa plataforma online de educação profissional (Access), na qual temos mais de 3000 profissionais registados e a crescer dia após dia, desenvolvemos conteúdos locais para upskill dos nossos clientes, fizemos Lives, Tutorials, Webinars, tanto para cabeleireiros, como para consumidoras, lançamos a plataforma de venda online para os profissionais… Enfim… é um período muito difícil, do qual tanto nós – Divisão de Produtos Profissionais – como os nossos clientes cabeleireiros, sairemos mais fortes e preparados. Fizemos o que em fevereiro – pré-Covid – nunca pensaríamos possível… e o mesmo posso dizer de muitos dos profissionais do sector, que aproveitaram estas semanas para aprofundar os seus conhecimentos. Por isso mesmo, num misto de realismo e otimismo, temos confiança quanto à evolução da atividade.

A L’Oréal concedeu aos seus clientes desde o dia 26 de março o alargamento do prazo de pagamento das suas encomendas. Na Europa 65.000 salões beneficiaram desta condição. Em Portugal quantos beneficiaram?

Esta é mais uma medida que fez parte do enorme pacote de solidariedade lançado pelo grupo L’Oréal, e que muito me deixa orgulhoso. Em Portugal esta medida foi proposta a todos os salões independentes, com faturas a pagamento em março e abril, meses de lockdown, nos quais os salões praticamente não tiveram rendimento. Mais de 1 milhar de salões estão nesta situação.

É uma medida que ainda se mantém? Até quando? Quais as condições para esse alargamento?

A medida mantém-se enquanto se mantiver o lockdown e os salões independentes não puderem funcionar. De forma geral, procedemos ao congelamento dos pagamentos das faturas vencidas nos meses de lockdown.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Paschal Donohoe

Sucessor de Centeno: Irlandês Donohoe surpreende e bate espanhola Calviño

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Défice de 2020 vai ser revisto para 7%. Agrava previsão em 0,7 pontos

Comissário Europeu Valdis Dombrovskis. Foto: STEPHANIE LECOCQ / POOL / AFP)

Bruxelas acredita que apoio a empresas saudáveis estará disponível já este ano

L’Oréal investe “centenas de milhares de euros” em gel e máscara para salões