fintech

Lucros da Ifthenpay sobem 30% com internacionalização no mapa

(Artur Machado / Global Imagens)
(Artur Machado / Global Imagens)

Para o futuro, a empresa quer integrar novos métodos de pagamento para aumentar a internacionalização.

A ‘fintech” Ifthenpay registou resultados líquidos de 188 mil euros no ano passado, um crescimento de 30% em termos homólogos, e está a apostar no desenvolvimento da internacionalização, adiantou o copresidente e cofundador Filipe Moura, em declarações à Lusa.

A empresa, uma tecnológica da área financeira (‘fintech’), que atua na área dos pagamentos, com enfoque nas empresas, começou a trabalhar nesta atividade em 2005, sendo que, desde aí e até este momento, contabiliza quase dois mil milhões de euros em volume de pagamentos.

“Trabalhamos com os métodos de pagamento mais usados em Portugal, como a referência multibanco, o MBWay e a Payshop, e fazemos a integração destes serviços de pagamento para empresas e comerciantes de todas as dimensões em todo o país”, referiu Filipe Moura.

Em 2019, a empresa registou um volume de pagamentos de 539 milhões de euros, um aumento de 25% em relação ao ano anterior e conta com 640 milhões de euros para 2020.

“Temos tido sempre um crescimento orgânico e este ano continuamos com acréscimo em vários indicadores, entre os 20% e os 30%. Isto reflete o crescimento das vendas ‘online’, mas também o facto de termos um serviço focado para empresas e comerciantes nesta área dos pagamentos, coisa que os bancos não têm, com este nível de especialização”, referiu o cofundador da ‘fintech’.

Para o futuro, a empresa quer integrar novos métodos de pagamento para aumentar a internacionalização “que será cada vez mais relevante”, adiantou.

A empresa já está a trabalhar na Europa, sobretudo em Espanha, mas também em França, Inglaterra, Alemanha.

“Não representa muito, ainda é inferior a 10% do volume de negócios”, mas passa por aí o desenvolvimento do negócio da empresa, segundo Filipe Moura.

Além disso, “há empresas europeias que querem vender em Portugal e precisam de métodos de pagamento” em território nacional, sublinhou.

Em 2019, a empresa registou um volume de negócios superior a dois milhões de euros, um aumento de 18% em relação ao ano anterior, de acordo com as informações divulgadas pela tecnológica.

No ano passado, a Ifthenpay contabilizou 14.506 empresas aderentes aos seus serviços, um aumento de 14% em temos homólogos, indicou a ‘fintech’.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: Leonel de Castro/Global Imagens

Famílias com 12 meses para pagarem rendas do estado de emergência

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

EPA/MIGUEL FIGUEIREDO LOPES

Mais de 90% querem ver estado de emergência prolongado

Lucros da Ifthenpay sobem 30% com internacionalização no mapa