Maior seguradora do mundo: “Idade de reforma terá que ir até aos 80 anos”

Robert Bensmoche, CEO da AIG
Robert Bensmoche, CEO da AIG

Para o presidente executivo da AIG – American International Group, a crise da dívida na Europa demonstra que os governos a nível mundial têm de aceitar que as pessoas vão ter de trabalhar mais anos, à medida que a esperança de vida aumenta. Robert Benmosche, defendeu que a idade da reforma terá de se estender até aos 80 anos.

“As idades da reforma têm de se alterar para os 70, 80 anos”, referiu o CEO da AIG, que na semana passada completou 68 anos de vida. Numa entrevista na sua casa em Dubrovnik, na Croácia, Robert Benmosche, explicou que assim se tornaria “as pensões e os serviços médicos mais acessíveis. Eles manteriam as pessoas a trabalhar mais tempo e retirariam essa carga dos mais jovens”, explicou.

A crise, que já vai no seu terceiro ano, ameaça destruir a moeda única dos 17 Estados-membros da União Europeia, à medida que a Grécia pondera sair do Euro e Espanha vê os seus juros da dívida aumentar e a indústria da banca entrar em incumprimento.

Neste complexo cenário, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, reforçou a sua posição contra a partilha de riscos relativos à dívida soberana na zona euro e o presidente dos EUA, Barak Obama, defendeu que os líderes da Europa não estão a fazer o suficiente para acabar com a crise.

Se a Grécia sair do Euro poderá ser um desastre para o país e a Europa deve trabalhar para evitar que isso aconteça, disse o CEO da AIG, a companhia que já foi a maior seguradora a nível mundial, antes de ser intervencionada pelo governo dos EUA, para evitar a sua falência.

“As pessoas na Grécia têm de entender que não há uma saída fácil para esta situação”, e o governo deve por os cidadãos a trabalhar mais tempo, adiantou Benmoscher. “Se isso não acontecer, e se eles regressarem à sua moeda anterior, eu penso que terão uma inflação muito alta e isso será devastador para as pessoas com encargos financeiros fixos”.

A Grécia tem uma esperança média de vida de 81.3 anos e a idade da reforma efetiva ronda os 59.6 anos, uma das mais baixas da Europa, segundo dados da Bloomberg.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: EPA/PATRICK SEEGER

Bruxelas dá luz verde a Banco Português de Fomento

Exemplo de ouro numa loja de câmbio em Klaaswaal, Países Baixos. (EPA/ROBIN VAN LONKHUIJSEN)

Ouro atinge recorde e excede os 2 mil dólares

Centenas de turistas visitam todos os dias os jardins do Palácio de Cristal, no Porto. Fotografia: Leonel de Castro/Global Imagens

FMI: Portugal com perdas acima de 2% do PIB devido à quebra no turismo

Maior seguradora do mundo: “Idade de reforma terá que ir até aos 80 anos”