Proteção de dados

Mais de 70% dos gestores estão preocupados com novo regulamento

O LX Reactor é organizado pela HackerSchool

Inquérito a 750 gestores informáticos de França, Alemanha e Reino Unido concluiu que só 37% investiu recursos na preparação do novo regulamento.

Mais de 70% de 750 responsáveis e gestores informáticos de empresas em França, Alemanha e Reino Unido estão preocupados com o cumprimento do prazo do novo Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), que vai entrar em vigor em maio de 2018.

Esta é uma das principais conclusões de um estudo solicitado pela empresa NetApp, uma empresa especializada em armazenamento e gestão de dados, sobre a segurança e conformidade no novo regulamento na Europa.

O estudo concluiu que existem “lacunas significativas na compreensão e no sentido de urgência” à medida que as organizações se preparam para o prazo do RGPD, o dia 25 de Maio de 2018, e que “até agora, apenas 37% dos inquiridos investiu fundos extra na conformidade com o regulamento de dados”.

“Um valor que deveria ser bastante superior para preparar as empresas para um futuro que será movido pelos dados e para manter as elevadas multas à distância”, refere a nota divulgada esta quarta-feira pela NetApp.

Mais de metade (51%) dos inquiridos referiu que a responsabilidade pela conformidade dos dados cabe à empresa que produz os dados, 46% afirmou que está nas mãos da empresa que processa os dados e 37% expressou que está nas mãos dos fornecedores de serviços cloud.

Respostas que revelam uma falta de compreensão pelo novo regulamento, já que este estabelece que “todas as partes serão individualmente responsáveis pelos dados”.

Os gestores de tecnologias de informação demonstram não perceber também todas as suas implicações. A maioria dos inquiridos afirma que tem ‘alguma’ compreensão (47%) e a apenas um ano do prazo 9% continua a dizer que ‘não sabe’ o que é o RGPD.

“Esta falta de compreensão reflete-se no facto de 73% dos respondentes admitir que tem algumas preocupações acerca da aproximação do prazo, dada a ameaça de multas elevadas que paira sobre as empresas que não cumpram o regulamento”, refere a nota da empresa que solicitou o estudo.

O inquérito concluiu ainda que 14% dos gestores informáticos “ainda não fez quaisquer preparativos” para a entrada em vigor do novo regulamento e apenas pouco mais de um terço (37%) revelou que já estão a investir recursos na sua preparação.

Vinte e sete por cento dos gestores alemães inquiridos afirmaram que já contratou pessoal específico com competências em proteção de dados. Em França foram 20% e no Reino Unido apenas 17%.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Mais de 70% dos gestores estão preocupados com novo regulamento