Marcelo diz que é melhor esperar para ver negociações de salário mínimo

BE, PCP e PAN querem começar a discutir subida com governo este mês, mas patrões estão contra.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que vai "esperar para ver" o resultado das negociações, em sede de Concertação Social, sobre o aumento do salário mínimo nacional.

"É uma questão que envolve vários parceiros e, portanto, é prematuro estar a comentar aquilo que é um processo em curso", declarou, na ilha do Porto Santo, arquipélago da Madeira, onde termina hoje um curto período de férias.

Marcelo Rebelo de Sousa comentava, desta forma, uma notícia avançada na edição de hoje pelo semanário Expresso, que aponta para uma "subida de tom" da tensão entre parceiros para o aumento do salário mínimo nacional, que deveria chegar aos 670 euros em 2021 e aos 750 em 2023.

O impacto da pandemia de covid-19 na economia do país levantou, no entanto, a possibilidade de não haver aumento no próximo ano.

"Eu, em relação a essas notícias, acho que o melhor é esperar para ver", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhando que não faz comentários políticos em período de férias.

"Para comentar, o sítio ideal não é em férias no Porto Santo", declarou, pouco antes de avançar para um mergulho no mar, apesar da chuva que se faz sentir hoje na ilha.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de