Conferência

Marcelo e presidente moçambicano juntos no EurAfrican Forum 

Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, e Presidente de Portugal, MArcelo Rebelo de Sousa. (ANTONIO PEDRO SANTOS/LUSA
Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, e Presidente de Portugal, MArcelo Rebelo de Sousa. (ANTONIO PEDRO SANTOS/LUSA

A iniciativa reúne dignatários internacionais para debaterem questões sobre a relação entre a Europa e África.

Marcelo Rebelo de Sousa e Filipe Nyusi vão estar presentes no primeiro dia do EurAfrican Forum 2019, que decorre a 4 e 5 de julho na Nova SBE, em Carcavelos. Os dois presidentes vão abordar temas sobre a relação entre os dois países numa conversa moderada pela jornalista Cristina Esteves.

A iniciativa reúne dignatários internacionais para debaterem questões sobre a relação entre a Europa e África. Cerca de 40 oradores internacionais vão apresentar novas abordagens e paradigmas na relação entre Europa e África, entre os quais se destacam António Vitorino, diretor-geral da Organização Internacional para as Migrações; Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros português; Koen Doens, da Direção-Geral da Cooperação Internacional e do Desenvolvimento da Comissão Europeia; Siyanda Mohutsiwa, escritora do Botswana, entre outros.

O EurAfrican Forum será também o palco da assinatura do protocolo entre o Conselho da Diáspora Portuguesa, entidade organizadora, e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), que decorrerá no dia 4 de julho às 10:30.

“A Europa é um parceiro natural e de confiança para África. Com o poder das diásporas e as geografias EuroAfricanas é possível estabelecer um futuro comum”, refere José Manuel Durão Barroso, presidente do EurAfrican Forum, em antecipação ao evento. “Tenho a honra de presidir, pelo segundo ano em Portugal, esta iniciativa de alto nível numa parceria de iguais entre Europa e África, com o objetivo de promover um crescimento sustentável para ambos os continentes”.

Esperam-se cerca de 400 participantes, provenientes de 39 países africanos e 22 países europeus, incluindo chefes de Estado, membros de Governo, empresários, jovens empreendedores, ONGs, ativistas, membros da sociedade civil e órgãos de comunicação.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: JOAO RELVAS / LUSA

Desemprego registado volta a crescer em agosto, supera 409 mil inscrições

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

AL perdeu quase 3000 casas em Lisboa e Porto. Oferta para arrendar cresce

Manuel Heitor, ministro do Ensino Superior.
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Alunos vão pagar até 285 euros para ficar em hotéis e alojamento local

Marcelo e presidente moçambicano juntos no EurAfrican Forum