Grupo de Arraiolos

Marcelo na Bulgária para debater Europa e Balcãs com Grupo de Arraiolos

Fotografia:  Nuno André Ferreira/Lusa
Fotografia: Nuno André Ferreira/Lusa

O Presidente da República vai estar entre quarta e quinta-feira na Bulgária para a 12.ª reunião do Grupo de Arraiolos.

O Presidente da República vai estar entre quarta e quinta-feira na Bulgária para a 12.ª reunião do Grupo de Arraiolos, que reúne chefes de Estado europeus sem poderes executivos, para debater questões europeias e os Balcãs.

Segundo o programa provisório que a agência Lusa teve acesso, Marcelo Rebelo de Sousa e restantes participantes (Finlândia, Alemanha, Hungria, Eslovénia, Malta, Itália, Letónia e Polónia) vão ser recebidos pelo anfitrião búlgaro, Rosen Plevneliev, em Plovdiv, a partir das 14:15 (12:15 em Lisboa).

“Como aumentar a confiança da União Europeia num período de riscos crescentes e de uma ordem internacional instável?” é um dos debates previstos, com alocução do especialista Ivan Krastev, presidente do Centro de Estratégias Liberais de Sofia e membro do Instituto de Ciências Humanas de Viena, pelas 15:45 (13:45 em Lisboa), no Museu Etnográfico de Plovdiv,.

Os diversos elementos do Grupo de Arraiolos vão ainda passear pelo centro histórico de Plovdiv antes do jantar oficial oferecido pelo Presidente da Bulgária, no restaurante Puldin, a partir das 19:30 (17:30 em Lisboa).

Na quinta-feira, já em Sofia, os trabalhos continuam no Museu de História Natural da capital com a sessão “Balcãs, transformação histórica de um campo de jogos dos interesses das grandes potências numa parte integrante da Europa unida”, às 10:00 (08:00 em Lisboa), e participação da vice-presidente da Comissão Europeia para o Orçamento, a também búlgara Kristalina Georgieva.

A conferência de imprensa conjunta final está agendada para as 11:30 (09:30 em Lisboa), no edifício Boyana, seguindo-se o almoço de encerramento, na Galeria Nacional de Arte de Sofia.

A Presidência da República Portuguesa mantém em aberto a hipótese de Marcelo Rebelo de Sousa ter ainda um encontro com a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Búlgara, provavelmente na chancelaria da Embaixada portuguesa.

A primeira reunião do género, então de seis chefes de Estado (Portugal, Alemanha, Finlândia, Hungria, Letónia e Polónia) ocorreu em outubro de 2003, na vila portuguesa de Arraiolos, por iniciativa do antigo presidente da República, Jorge Sampaio, subordinada ao tema do alargamento europeu a leste.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Gustavo Bom / Global Imagens)

Sofia Tenreiro: “Estamos a captar os portugueses que não queremos que fujam”

O ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva (C), ladeado por Ana Teresa Lehmann, secretária de Estado da Indústria (D), e Miguel Cabrita (E), secretário de Estado do Emprego, fala aos jornalistas no final da reunião com administração e Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa para discutirem um modelo de trabalho para o próximo ano, no Ministério do Trabalho e da Segurança Social, em Lisboa, 15 de dezembro ded 2017.  Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Autoeuropa. Governo dá luz verde a creches para destravar diálogo

Mário Centeno. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Fitch dá maior subida de rating de sempre a Portugal e coloca país no grupo da Itália

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Marcelo na Bulgária para debater Europa e Balcãs com Grupo de Arraiolos