Maria Luís e líder da Galp estreiam-se no clube de Bilderberg

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, tinha sido apontado como um dos convidados, mas, afinal, não vai estar presente no encontro

A antiga ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque e o presidente executivo da Galp Energia, Carlos Gomes da Silva, vão estrear-se no clube de Bilderberg em 2016. A edição de 2016 desta conferência está marcada para entre os dias 9 e 12 de junho e vai contar também com o antigo presidente da Comissão Europeia Durão Barroso.

Fernando Medina, no entanto, não consta da lista final de participantes, que foi apresentada esta terça-feira. O presidente da Câmara de Lisboa tinha sido indicado, no final de abril, como um dos convidados de Durão Barroso para o encontro de 2016, que realiza-se em Dresden, na Alemanha, segundo adiantou, na altura, a revista Visão.

Para a 64.ª edição, os 130 participantes deste encontro vão discutir 10 temas. Além da atualidade, os convidados vão falar sobre China; migração, crescimento e reformas na Europa; Médio Oriente; Rússia; política e economia dos EUA; cibersegurança; geopolítica da energia e preço das matérias-primas; precariedade e classe média, além da inovação tecnológica.

Maria Luís Albuquerque: “Um dia líder do PSD? Não se deve dizer nunca.” Ministra outra vez, não

A conferência de Bilderberg realiza-se todos os anos desde 1954 e reúne líderes europeus e dos Estados Unidos, especialistas nas áreas da defesa e da economia, além de banqueiros, empresários da área da comunicação social ou mesmo membros das casas reais europeias. Estes encontros são considerados bastante influentes a nível mundial, tendo em conta as personalidades convidadas.

Dois terços dos participantes da edição de 2016 são provenientes da Europa, enquanto os restantes são da América do Norte.

Entre os participantes de 2016, destaque para a presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, o antigo economista-chefe do FMI, Olivier Blanchard, a presidente do Santander, Ana Botín, o ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schauble e o presidente da Ryanair, Michael O'Leary.

(Notícia atualizada pela última vez às 17h50 com mais informação)

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de