Mário Soares: Seguro é um bom líder

Mário Soares pede "democracia a sério"
Mário Soares pede "democracia a sério"

O ex-Presidente da República Mário Soares considerou hoje que o atual PS continua a ser fiel aos valores que estiveram na base da sua fundação e afirmou que António José Seguro “é um bom” secretário-geral deste partido.

Mário Soares falava aos jornalistas nos jardins da sede nacional do PS, tendo ao seu lado o secretário-geral, António José Seguro, e antes de um almoço que assinala o 40º aniversário do partido, por si fundado em 1973 na República Federal Alemã.

“O balanço destes 40 anos do PS está à vista de todos. Depois do PCP, que tem uma tradição mais demorada, somos o partido mais antigo em Portugal. Espero que o PS tenha um futuro bom, sobretudo para benefício do país”, afirmou o primeiro líder dos socialistas portugueses.

A seguir, o ex-Presidente da República elogiou a atuação da atual liderança do PS, dizendo que este partido “continua, e bem”.

“[António José Seguro] é o meu líder. Foi eleito por todo o partido e é um bom líder evidentemente. Assisti ao congresso em que foi eleito [em Braga, em setembro de 2011] esmagadoramente pelo partido”, disse.

O secretário-geral do PS retribuiu depois as palavras do ex-chefe de Estado, salientando que continua “a ouvir muito Mário Soares”.

“Mário Soares não é apenas o militante número um e um militante de base. É uma referência para todos os socialistas de luta por convicções, de defesa de valores e que muito deu a este país, quer no que respeita à luta pela liberdade e consolidação da democracia, quer na ideia de dar novos mundos a Portugal, através da integração europeia. É um amigo, o que me honra muito”, declarou António José Seguro.

Interrogado se o anterior secretário-geral do PS, José Sócrates, teve razões atendíveis para não estar presente nas comemorações dos 40 anos deste partido, Seguro respondeu: “Gostaríamos que estivessem presentes todos os ex-líderes do PS, mas nem sempre isso é possível”.

“O PS está mais unido e forte do que nunca”, acrescentou.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Angel Gurría, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Andrzej Grygiel

OCDE pede mais proteção da contratação coletiva

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Andrzej Grygiel

OCDE pede mais proteção da contratação coletiva

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Andrzej Grygiel

OCDE pede mais proteção da contratação coletiva

Outros conteúdos GMG
Mário Soares: Seguro é um bom líder