Marta Temido: "Não há culpados, há uma doença"

Ministra da Saúde disse que "estamos melhores mas não estamos onde queremos estar" na evolução da pandemia.

A ministra da Saúde, Marta Temido, reconheceu esta quinta-feira, no Parlamento, que a situação pandémica em Portugal melhorou, mas que o cenário ainda está longe de ser o ideal. "Estamos melhores mas não estamos onde queremos estar", afirmou.

Marta Temido garantiu que "não há culpados, há uma doença", e revelou que a variante a variante britânica já representa 36,5% dos casos de infeção em Portugal.

O Parlamento debate e vota esta quinta-feira, a partir das 15h00, a renovação do estado de emergência até 16 de março. Acompanhe aqui.

Esta quinta-feira registaram-se mais 49 mortos e 1160 novos casos de covid-19 em Portugal, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, em março do ano passado, já foram contabilizados 801 746 casos positivos de ​​​​​​​covid-19 e um total de 16 185 óbitos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de