Mautomotive. Paixão pela engenharia

A paixão que levou Ana Carvalho a saber desde muito cedo que queria ser engenheira mecânica vê-se na forma como fala das peças (suportes para escapes) que saem das prensas da fábrica que dirige, a Mautomotive.

Foi essa paixão que a levou a trocar o conforto da docência no Instituto Superior de Engenharia do Porto por uma nova carreira na Faurecia, onde “comecei do zero”. Estava na Caetano Bus quando o convite para liderar a Mautomotive (do grupo italiano Modulo) chegou. Pensou rejeitar “porque uma mudança do Porto para Bragança não se aceita à primeira”. Mas foi.

A fábrica abriu portas em 2015 com uma equipa de nove pessoas (cinco na produção). “Hoje somos 82”, diz com orgulho. Neste período de tempo o investimento já soma seis milhões de euros. Da fábrica saem 60 produtos diferentes e para cada um produzem entre 80 mil a um milhão de peças por ano, que são exportadas para sete países.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de