Tóquio 2020

Medalhas olímpicas vão ser feitas de metais reciclados

Prémios às melhores companhias

O comité organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020 quer fabricar as medalhas dos vencedores olímpicos com metal reciclado.

O comité organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020 pretende fabricar as medalhas dos vencedores olímpicos a partir de metal reciclado, confirmou hoje a organização à agência noticiosa Efe.

Os metais incluiriam aço, cobre e alumínio procedentes de eletrodomésticos e objetos metálicos descartados, segundo a proposta de um subcomité de Tóquio 2020, apresentada durante um encontro da Comissão de Planeamento Urbano e Sustentabilidade.

A proposta vai ser incluída num relatório provisório dos debates sobre como deixar um “valioso legado” do evento para as próximas gerações e a sua viabilidade vai ser estudada pelo comité organizador.

A organização dos Jogos do Rio2016 adotou uma medida idêntica à proposta japonesa.

Os atletas que subam ao pódio olímpico este verão vão receber medalhas feitas parcialmente com metais reciclados procedentes de aparelhos eletrónicos, numa iniciativa que “reafirma o compromisso dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos com a sustentabilidade”, informou então a Casa da Moeda do Brasil, o fabricante oficial.

Tóquio quer ir mais além na sua visão face ao ambiente e espera que também seja aprovada a criação de uma aldeia olímpica que sirva de modelo a uma futura “sociedade do hidrogénio”, em que seja utilizado este gás como fonte de energia primária.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Centro técnico da Uber, no Cairo, Egito. Fotografia: REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

Portugal já lidera emprego online em plataformas como Uber, Airbnb e similares

NOS

Lucro da NOS sobe para 78,9 milhões no 1.º trimestre

Carlos Saturnino, Sonangol.

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Sonangol vende ativos para investir na produção

Outros conteúdos GMG
Medalhas olímpicas vão ser feitas de metais reciclados