Tóquio 2020

Medalhas olímpicas vão ser feitas de metais reciclados

Prémios às melhores companhias

O comité organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020 quer fabricar as medalhas dos vencedores olímpicos com metal reciclado.

O comité organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020 pretende fabricar as medalhas dos vencedores olímpicos a partir de metal reciclado, confirmou hoje a organização à agência noticiosa Efe.

Os metais incluiriam aço, cobre e alumínio procedentes de eletrodomésticos e objetos metálicos descartados, segundo a proposta de um subcomité de Tóquio 2020, apresentada durante um encontro da Comissão de Planeamento Urbano e Sustentabilidade.

A proposta vai ser incluída num relatório provisório dos debates sobre como deixar um “valioso legado” do evento para as próximas gerações e a sua viabilidade vai ser estudada pelo comité organizador.

A organização dos Jogos do Rio2016 adotou uma medida idêntica à proposta japonesa.

Os atletas que subam ao pódio olímpico este verão vão receber medalhas feitas parcialmente com metais reciclados procedentes de aparelhos eletrónicos, numa iniciativa que “reafirma o compromisso dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos com a sustentabilidade”, informou então a Casa da Moeda do Brasil, o fabricante oficial.

Tóquio quer ir mais além na sua visão face ao ambiente e espera que também seja aprovada a criação de uma aldeia olímpica que sirva de modelo a uma futura “sociedade do hidrogénio”, em que seja utilizado este gás como fonte de energia primária.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministros de 21 economias vão reunir-se em Macau

Poder de compra dos portugueses tem maior subida desde o ano 2000

Christine Lagarde, diretora-geral do FMI. Fotografia: D.R.

FMI vai intrometer-se mais nas finanças dos membros

min

Pedro Marques: “Classe 2 pode ser bloqueio a viaturas mais eficientes”

Outros conteúdos GMG
Medalhas olímpicas vão ser feitas de metais reciclados