portos

Ministério do Mar confirma interesse americano no Porto de Sines

Porto de Sines.
( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )
Porto de Sines. ( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Governo fala em interação "constante" com embaixador dos EUA em Portugal. Washington e Lisboa veem Sines como destinatário de gás natural dos EUA.

O Ministério do Mar confirma interesse norte-americano na concessão do futuro terminal Vasco da Gama, no Porto de Sines, cujas condições foram já publicadas e que prevê um investimento de 642 milhões de euros.

A informação é avançada este sábado pelo jornal Público (acesso pago), com o gabinete de Ana Paula Vitorino a dar conta de “uma constante interação entre o Ministério do Mar e o embaixador dos EUA em Lisboa”, além de várias visitas a Sines por parte de “empresários e entidades norte-americanas”.

O concurso público para o novo terminal deverá contar com interesse também de operadores portuários chineses que, ao longo dos últimos anos, têm realizado várias visitas a Sines e que se têm também reunido com a atual ministra do Mar. Designadamente, a Cosco, já com operações europeias em Espanha e na Grécia.

Segundo o Público, o interesse dos Estados Unidos foi inscrito nas atas da última reunião da Comissão Bilateral Permanente Estados Unidos-Portugal, que ser realizou em Washington a 11 de setembro. A mesma reconheceu Sines como destino estratégico de gás natural norte-americano.

O Ministério do Mar assegura, em resposta ao jornal, que a “proposta vencedora será aquela que melhores benefícios ofereça a Portugal, independentemente da origem do operador”.

O caderno de encargos para o futuro vencedor do concurso irá prever um investimento faseado de 642 milhões de euros com a duração da concessão a ficar em 50 anos. O financiamento será 100% privado e aumentará a capacidade portuária de Sines em três milhões de TEU (unidade de medida de contentores).

Ao mesmo tempo, será também ampliado o Terminal XXI, sob concessão da singapurense PSA, em Sines, cuja concessão será estendida em mais 20 anos (até 2049) contra um investimento de 547 milhões de euros.

Com o alargamento da estrutura gerida pela PSA Sines e com o novo terminal, a capacidade do porto alentejano poderá aumentar para 7,8 milhões de TEU.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

Fotografia: REUTERS/Henry Nicholls - RC122C9DD810

Cartas de Boris Johnson causam surpresa e perplexidade em Bruxelas

Outros conteúdos GMG
Ministério do Mar confirma interesse americano no Porto de Sines